As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quinta-feira, 3 de março de 2011

Vendendo gato por lebre II: o RIMA do Boulevard e o Plano Diretor

Trecho do Relatório de Impacto Ambiental do famigerado Boulevard Santa Helena.
Ao ler o trecho acima, do RIMA do Boulevard, percebi uma coisa que o Flávio de Castro vem falando, falando e falando: estão confundindo PLANO DIRETOR com LEI DE USO E OCUPAÇÃO DO SOLO. E, a meu ver, a confusão é proposital. Está cheirando àquela história de "uma mentira contada mil vezes , torna-se uma verdade" (frase atribuída ao mentor da propaganada nazista, Joseph Goebbels).
O Plano Diretor, de inspiração na Constituição Federal (como já comentado aqui), não determina que a área da Fazenda Arizona seja Zona de Expansão Urbana. O Plano Diretor, na hierarquia das leis, é superior à Lei de Uso e Ocupação do Solo.
Recentemente, questionei o vereador Renato Gomes sobre essa questão. Que o assunto seja levado urgentemente à Câmara de Vereadores, pois é com base na tal ambiguidade da comparação dos dois textos que todo o trabalho de preservação da área verde pode ser jogado por terra.
Peço licença e já vou transcrevendo para cá o texto que o Flávio publicou em seu blog sobre a questão (aqui):

Esclarecimento ao Ramon Lamar
A questão
... o Ramon Lamar colocou o seguinte comentário:
 
Flávio,
desculpe usar esse tópico para isso, mas não sei como é o seu gerenciamento de tópicos antigos.
Peço para você ler o primeiro parágrafo da página 127 do RIMA e me informar se aquilo que está escrito lá corresponde à realidade. Acho que confundiram PD com LUOS. E se confundiram, foi de propósito. Corresponde à parte II do RIMA, disponível o link no meu blog.
Abraços

O esclarecimento
Este parágrafo, de fato, faz uma confusão entre a LUOS (LC nº 07/1991) e o Plano Diretor (LC nº 109/2006). A caracterização da área como sendo uma ZEU-II está, exclusivamente, na LUOS. Nesse caso, o terreno delimitado pelas avenidas Nações Unidas e Prefeito Alberto Moura (Perimetral) e pelas ruas Doutor Sebastião de Paula Silva e Cachoeira da Prata está integralmente numa ZEU-II. A parte acima da Perimetral está parcialmente nesta zona; acima da cota 900, localiza-se numa Zona de Preservação Ambiental / ZPA.
O Plano Diretor, através de seu macrozoneamento, caracteriza a área, integralmente, como Zona de Interesse Ambiental, em duas modalidades: ZIA-1 (acima da Perimetral) e ZIA-3 (entre a Perimetral e aquelas vias citadas). O § 7º do art 68 do PD considera como ZIA-1, "as áreas em que há o interesse público de proteção ambiental, que compreende, dentre outras, a APE da Gruta do Rei do Mato".  Não há, como se vê, previsão de consórcio entre interesse ambiental e uso habitacional na ZIA-1, o que ocorre na ZIA-2, que não se aplica ao caso. Já a ZIA-3 refere-se, no § 9º do mesmo artigo, a "área prevista para implantação do centro adminsitrativo em que há o interesse de equilíbrio entre proteção ambiental".
Este é o imbróglio jurídico que envolve o problema: a LUOS/1991 autoriza o parcelamento da gleba; o PD/2006, veda. E ambos os dispositivos estão vigentes...

Então, eu pergunto: Quantas enganações dese tipo vamos encontrar no processo inteiro? E a Câmara dos Vereadores, vai ajudar a desatar esse nó ou vai ficar apenas olhando "o circo pegar fogo"?

Ramon Lamar de Oliveira Junior

5 comentários:

  1. Risumo pra Lessandra,
    o RIMA afirma que, conforme o Plano Diretor, a área da fazenda Arizona é Zona de Expansão Urbana e pode ser loteada. Só que o Plano Diretor não diz isso.
    Entendeu maisomeno???

    ResponderExcluir
  2. Tem mais discussão disso lá no blog do Flávio. Vai lá, sô!

    ResponderExcluir
  3. Tendi!

    Vô pegá umas aula lá tamém, viu?
    Brigadim,

    Té já!

    ResponderExcluir
  4. Nos momentos de cabeça-quente, aí vem a Tia Alessandra e nos oferece um sorriso. Paz.
    Abração, Alessandra!!!

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.