As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Desumano...

Fui instado, por amigos do Facebook, a me manifestar em relação ao estupro coletivo ocorrido no Rio de Janeiro no último sábado.
Escrevi: 
"O estupro é uma violação inaceitável, extrema e covarde. Só se pode entender que o indivíduo que o comete não merece ser chamado de humano. E eles, os estupradores existem, estão por aí, em todas as camadas sociais. Às vezes até em cargos públicos ou colunas sociais; entre os neutros, oposição e situação; entre ateus, agnósticos e religiosos. A marca deixada pelo estupro é indelével, especialmente na alma. Que a justiça seja feita em todos os casos, sem nenhuma forma de redução de pena. 30 anos é pouco. Prisão perpétua faz falta no Brasil."
Mas há muito mais a se falar e muito, muito mais a se fazer para que não aconteça mais. 
Relutei em escrever pois numa situação anterior fui criticado por ter defendido direitos femininos. Uma pessoa me disse que não posso "ser protagonista" da defesa dos direitos femininos pois não sou mulher, não sou oprimida e faço parte do grupo de opressores. Fiquei sem ação. Revi alguns conceitos. Procurei entender motivos... deixa pra lá.
Mas precisamos entender que não é só a mulher que foi estuprada. Foram estuprados todos os seus familiares. E também todos aqueles que escutaram o relato dela, especialmente se a abraçaram e sentiram as lágrimas molhando os seus ombros. É muita dor. É muito sofrimento. Foi estuprada toda uma sociedade que se alicerça em valores fugazes (poder, dinheiro, fama...) e também os que nada têm a ver com isso e sofrem as consequências.
Hora de repensar muitas coisas. O planeta merece uma visão ágil sobre todos os aspectos da vida humana. Enquanto nos concentramos num ponto, numa notícia... milhares de outras estão acontecendo e sendo deixadas em segundo plano. Os avisos estão por toda a parte. Temos muito trabalho a fazer...

Ramon Lamar de Oliveira Junior

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Uma sugestão para a Secretaria Municipal do Meio Ambiente...

Fotos: Ramon L. O. Junior
Já tem um bom tempo que venho sugerindo o plantio da grama-amendoim em nossos canteiros e praças, nos locais onde não é possível o trânsito de pessoas. Com muita alegria comecei a ver a mesma ser utilizada em locais como a Praça Alexandre Lanza e no entorno de palmeiras e sibipirunas da Lagoa Paulino. No entanto, em algumas plantas da Lagoa Paulino a outra opção de plantio não deu certo e na maioria das árvores o entorno está em terra quase nua.
Sugiro que na próxima vez que for feita a poda (apara) da grama-amendoim suas aparas sejam plantadas nos locais que estão em terra nua. Claro que tem que "fofar" a terra antes e tem que regar diariamente por pelo menos uns 10 dias (pode ser usando água da lagoa mesmo).
Só sugestão...