As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sábado, 5 de março de 2011

Aranhas: Loxosceles (Aranha-marrom)

Vou começar esse post de uma forma diferente. Segue abaixo o relato do artista plástico Luciano Diniz (condensei algumas partes). Esse relato foi publicado na comunidade do Orkut sobre os “Causos de Sete Lagoas”:
Resolvi abrir um depósito que tenho na entrada do meu atelier para uma faxina de rotina, e eis que me deparo com o local infestado de aranhas. Matei muitas, ou quase todas pensei eu, mas no dia seguinte me apareceu uma mancha esbranquiçada na lateral externa do pé direito, bem na junta. Lembrei-me então de um vídeo que vi sobre o assunto, do sintoma aparente do efeito de uma aranha pica o ser humano, e me dirigi à uma farmácia para me medicar. Tomei comprimidos, passei pomadas, e fiquei tranquilo que em alguns dias aquilo estaria desaparecido.
Mas nada disso ocorreu, ao contrário, foi só piorando, passei por 8 médicos que não descobriam o que eu tinha, mesmo avisando estar desconfiado da aranha. Fiz todo tipo de exame possível, e tudo estava perfeito, glicose, triglicérides, colesterol, etc, tudo em ordem e o pé só piorando, o que era um mistério, pois tinha saúde excelente, frequentava há anos a academia, boa alimentação. E fui só piorando, veio uma bengala, depois as muletas, até que caí de cama, sem conseguir andar e a ferida só aumentando, até então já contornando por trás até quase o peito do pé, e uma dor insuportável.
Finalmente, descobri que havia sido realmente vítima de uma aranha. Graças eu ter uma saúde excelente devido à alimentação e a malhação, me salvei. Poderia ter morrido ou perdido o pé.
Fui então enviado imediatamente a um cirurgião que me operou e retirou todo o tecido necrosado e envenenado. Fiquei 32 dias imóvel sobre uma cama sentindo dores desesperantes, pois só sobraram os nervos sobre os ossos ao retirar toda a carne já dissolvendo e necrosando, mais 6 meses de cama em recuperação, e mais de um ano nas muletas. Hoje me sinto praticamente um deficiente físico, pois não tenho mais os movimentos do pé, ainda ando com dificuldade, mas pelo menos estou vivo e andando, graças à Deus.
Muito provavelmente o nosso amigo Luciano foi vítima da aranha-marrom (gênero Loxosceles). A aranha-marrom, pertencente à família Sicariidae, também é conhecida como aranha-violino (devido a uma mancha escura em forma de violino que geralmente está presente no dorso do animal). Essa aranha é originalmente de ambiente cavernícola, entretanto já se adaptou ao interior de nossas residências. É uma das poucas aranhas que se alimentam de insetos mortos (a maioria come insetos vivos) que ela encontra com facilidade em nossas casas. A lagartixa de parede é o predador dessa aranha no ambiente doméstico. A Loxosceles possui tamanho total (corpo e patas) entre 3 a 4 centímetros no máximo.

Loxosceles. Observe a mancha dorsal em forma de violino (nem sempre é bem visível). Crédito da foto: Ubirajara de Oliveira (Bira) - Laboratório de Aracnologia - ICB/UFMG.
Nas nossas casas ela habita normalmente os armários, guarda-roupas, atrás de quadros e entre as telhas (quando não há laje). Normalmente é dócil, não ataca. Porém, se comprimida contra o corpo ela inocula o veneno. A picada não dói, pois as quelíceras são muito pequenas e não provocam dor ao penetrar na pele.  O veneno também não é neurotóxico, como o da armadeira. Mas a picada deixa o veneno que é NECROSANTE. Assim, de 24 a 48 horas depois da picada seguem os sintomas iniciais descritos pelo Luciano, inicia-se com uma mancha parecendo mármore. Depois vai complicando e chega a necrosar toda a pele.
Médicos e farmacêuticos normalmente não têm informação sobre esse tipo de acidente. Geralmente confundem com furúnculo ou cabelo encravado e não dão muita importância. Na dúvida, recorra ao HPS João XXIII em BH e mostre a lesão. Eles conhecem bem esses casos pois são assessorados pelos biólogos da UFMG e são a referência para esse tipo de acidente. Acredite, biólogos conhecem mais esses casos do que os médicos, afinal de contas, se expõem mais a esses acidentes em cavernas e tal. Não há nos Cursos de Medicina, uma disciplina que trate com detalhes desses casos. O pessoal do Laboratório de Aracnologia da UFMG montou um curso excelente sobre o assunto. Fiz o curso e estive presente em algumas aulas em outras vezes que foi oferecido. Infelizmente, nas turmas que frequentei, nenhum matriculado era aluno do curso de medicina. Só biólogos mesmo e alguns curiosos interessados no assunto (inclusive meu aluno Saulo - que de vez em quando dá as caras aqui no blog).
A procura dessas aranhas em nossas casas é importante. Não as confunda com aquelas aranhas pernudas que ficam no canto das paredes, quase lá no teto. Aquelas (Pholcus phalangioides) não fazem nadinha, no máximo nos ajudam comendo pernilongos. Procure cuidadosamente (use luvas) atrás de quadros na parede. Nossos colegas biólogos do Laboratório de Aracnologia da UFMG coletaram mais de 300 numa casa de alto padrão no bairro Mangabeiras em BH, sem nenhum acidente na casa, pois as aranhas não atacam. Só picam, como já mencionei, se pressionadas contra nosso corpo (dentro de sapatos, roupas...).

Uma Loxosceles perto de sua teia onde deposita ovos. O corpo é pequeno, cerca de 8 a 10 milímetros. Mas as pernas são alongadas. Crédito da foto: Ubirajara de Oliveira (Bira) - Laboratório de Aracnologia - ICB/UFMG.
O tratamento é a inoculação do soro anti-loxosceles até no máximo 48 horas do acidente. Pode usar o soro depois, mas o efeito será menor e algum grau de ferida vai se estabelecer. Ou seja, vá para o HPS João XXIII, rápido. Farmácias, remedinhos e pomadinhas não farão nenhum efeito. No máximo, poderão evitar a infecção por bactérias quando a ferida estiver gigante.




Ao lado, imagens chocantes de lesões tegumentares causadas pela Loxosceles. Eu não aconselho, mas se tiver estômago, clique na imagem para ampliar. Não consegui os créditos das duas primeiras imagens, quem souber, por favor me informe. As demais estão devidamente referenciadas. Febre, dor, edema local, mancha avermelhada, irritabilidade, taquicardia, náuseas e vômitos são sinais e sintomas que costumam acompanhar o desenvolvimento das lesões.


Felizmente (bom, melhor seria não ter acontecido, claro!), nosso amigo Luciano foi vítima da forma Tegumentar, ou seja, "apenas" lesões de pele (mas que foram muito graves). Em 2% dos casos pode se estabelecer a forma Visceral, ou seja, o veneno ataca os órgãos internos, em especial o fígado e os rins causando sintomas sérios e progressivos: febre alta e persistente, destruição das hemácias, com consequente anemia e icterícia, perda de proteínas na urina, acidose metabólica, desequilíbrio hidroeletrolítico e crise hipertensiva. Arritmia cardíaca completa e agrava o quadro. A urina fica escura como na Hepatite ("urina de coca-cola") e o prognóstico é grave, especialmente em crianças e idosos, muitas vezes culminando em óbito.

 Ramon Lamar de Oliveira Junior

38 comentários:

  1. Muito boa a postagem, professor.

    Graças a sua orientação, tive a oportunidade de conhecer melhor esses bichos.

    A aranha marrom é preocupante - bastante comum em Minas Gerais - Os biólogos afirmam que são encontradas com frequência em ambiente urbano.
    Os motivos são, principalmente a destruição da natureza, ou seja, do seu habitat natural, obrigando-as a habitar nas residências humanas, ou simplesmente sendo retiradas pelos próprios homens e levadas para as cidades em uma simples mudança de objetos, onde ela pode se alojar, por exemplo. São duas explicações possíveis para seu estabelecimento nas cidades.

    A utilização de inseticidas, pode, em muitos casos facilitar a aquisição de alimentos, já que a aranha marrom consegue se alimentar de presas mortas e não é atingida pela maioria dos pesticidas, portanto, a dedetização incorreta, pode deixar potenciais presas para o animal, providenciando um ambiente com alimentos, onde a aranha vai se estabelecer.

    O hábito do animal é noturno. É importante que as pessoas verifiquem bem os calçados, roupas, e demais vestimentas, onde a aranha pode se esconder, principalmente porque como o Ramon descreveu, o veneno dela é indolor, e as consequências surgem após um certo tempo, e são gravíssimas.

    Excelente o alerta, mestre.

    Abração.

    ResponderExcluir
  2. Ramon,

    impressionante o relato do Luciano e como escreve o Saulo, obrigado pelo alerta. Se voce ver o Luciano, de-lhe um forte abraço.

    Abraçao,

    Claret

    ResponderExcluir
  3. Mancha escura na "cabeça" - Pois é.. entra no orkut, ramones . haha - Mandei por aqui hoje - Essa tá com filhotinho ao redor dela, uma gracinha -

    ResponderExcluir
  4. Pedro, 99% de certeza. Capturou a danada ou mandou o chinelo? Se estiver viva (ainda) capture num vidro transparente. Abraços.

    ResponderExcluir
  5. Olá no ano de 1990 fui picada por uma aranha maron qdo calçava um sapato a tempos encostado num canto.A noite tive uma forte coceira no peito do pé esquerdo,coceira essa que qto mais coçava + queria coçar.no dia sguinte fui a farmacia pois apareceu uma pequena ponta amarela rodiada de um vermelhão.O farmaceutico disse que era "cabeça de prego" de me indicou 3 dispacilina, mas não resolveu,então resolvi ir ao médico que deu o mesmo diagnóstico,e receitou 2 bezetacil e 3 dispacilina.....E nada resolveu
    meu pé já tinha a mesma grossura do meu joelho,e estava enorme vermelho dolorido e a pele parecia que ia se romper.Isso se passou 8 dias.Então comecei a ter vertigens e fui a UNICAMP. onde assim que cheguei ja desmaiei de tanta dor.E foi um professor de infectologia que imadiatamente detectou o verdadeiro diagnóstico e de imediato ja me colocou para tomar o soro. Fiquei 8 dias no CTI da unicamp,passando por duas seções de debridação por dia. No sexto dia o médico até pensou em amputar meu dedo pois tinha comprometido o nervo. Mas graças a DEUS não foi preciso. Hj após 20 anos ainda tenho a grande cicatriz no pé, Gostaria de saber se alguem pode me dizer se esse veneno pode deixar sequelas no rin ou em outro orgão?!
    fica aki um alerta....nunca vista uma roupa ou um sapato sem antes olhar mto bem.

    ResponderExcluir
  6. Cristina, relato impressionante.
    Você chegou a ter as características de lesão sistêmica (como urina escura, por exemplo)?
    Vou perguntar por informações sobre possíveis sequelas, ok? Volte aqui futuramente. Se não tiver resposta, insista e poste outro comentário.
    Obrigado pela visita.

    ResponderExcluir
  7. Oi! Gostei muito de sua matéria.
    Gosto de pesquisar sobre Aranhas,embora eu tenha um pouco de receio. Sempre tive preocupações com a aranha marrom. Tenho criança e aqui a noite anda aparecendo umas aranhas parecidas com as da foto. Mais só que com o cefalotórax preto e com pernas marrom embora eu mate todas fico na dúvida se é a aranha marrom. Como elas se parecem. Meu nome é wadler, poderia me ajudar?

    ResponderExcluir
  8. Wadler,
    mande o seu endereço de e-mail de contato aqui nos comentários (não vou publicar o comentário). Assim trocamos alguns e-mails e você me envia fotos das tais aranhas para que eu possa tentar identificá-las.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Allan escreveu:

    "ola Ramon ,tem aparecido,la em casa, umas aranhas parecidas com as descritas neste blog.gostaria de saber c tenho como lhe enviar umas fotos para que vc possa identifica-las. desde ja agradeço. allan vilaça -juiz de fora-MG"

    Removi o e-mail para maior privacidade do leitor do blog.

    ResponderExcluir
  10. oi Ramom, à 7 dias senti uma picada leve no cotovelo ao vestir uma jaqueta, nem tirei ela pois pensei que era uma ferpa na roupa, no dia seguinte estava vermelho, inchado e quente, não liguei, os sintomas foram diminuindo, agora está coçando muito ao redor da picada, a minha pergunta é: se o soro só deve ser aplicado até 36h. o que eu faço agora? Será que foi aranha marrom?

    email: lilianehack@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liliane, entre em contato com um hospital de referência sobre acidentes com aranhas. Em Belo Horizonte é o HPS João XXIII. Provavelmente não é a aranha marrom, pois depois de 7 dias as lesões de necrose já teriam aparecido.
      Abraços.

      Excluir
  11. Como posso enviar uma foto para que alguem me diga se essa foto é de uma aranha-marrom?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniel envie para o email do blog: ramonlamarjr@gmail.com
      Mas dê um toque aqui, avisando que a foto foi enviada, fica mais fácil para conferir lá, ok?

      Excluir
  12. Respostas
    1. Mandei para um especialista. Está com jeitão, mas na próxima tire uma foto da "cara" da aranha. O primeiro critério de identificação é a distribuição dos olhos! Abração...

      Excluir
    2. Daniel, confirmado pelos colegas lá do Butantã. É mesmo uma Loxosceles, ou seja aranha-marrom. Muito cuidado aí.

      Excluir
  13. Boa noite Ramon...depois de algumas pesquisas achei seu blog, e peço tua ajuda para identificar uma especie de aranha que tem bastante aqui na minha casa, ela é pequena, contando com as pernas acho que chega a 1cm, tem por toda parte da casa, teto, quadros, moveis...as vezes esta pendurada pela teia em cima da casa, no pc...temo que seje a marrom, limpo direto mais no outro dia tem mais. Peguei seu email aqui no blog e te enviei 2 fotos de uma para vc me ajudar, por favor.

    Att. gislaine.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gislaine, vi primeiro no e-mail e respondi por lá. Preciso de fotos com mais foco. A aranha-marrom não costuma perambular pela casa em teias... mas... vamos ver. Abraços!!!

      Excluir
  14. OLÁ! MINHA INTROMISSÃO NESSE "SITE" DECORRE DO FATO DE QUINTA FEIRA, 18/10/2012, EXATAMENTE ÀS 14 HORAS ESTAVA TODO ENSABOADO EM MEU BANHO DIÁRIO QUANDO SENTI UMA AGULHADA NA PANTURRILHA ESQUERDA. COM O PÉ DIREITO ESFREGUEI O LOCAL. TERMINADO O BANHO VERIFIQUEI QUE O LOCAL ESTAVA ENTUMECIDO E HAVIAM DOIS MINÚSCULOS FURINOS A DOIS MILÍMETROS UM DO OUTRO.DEVO TER ESMAGADO A ARANHA LEVADA PELA ÁGUA, POIS NÃO A VÍ. ONTEM, SOMENTE ONTEM, DIA 23/10/2012, PROCUREI SOCORRO NA UNICAMP, ONDE RECEBI TODA A ATENÇÃO E SIMPATIA DE TODOS QUE ME ATENDERAM. SÓ FUI LIBERADO DEPOIS QUE O TITULAR DAQUELA ÁREA DE ATENDIMENTO (CCI) VEIO PESSOALMENTE VERIFICAR O PROBLEMA. ESTOU EM OBSERVAÇÃO EM MINHA CASA, COM O NÚMERO DO TELEFONE DIRETO DAQUELA ÁREA (24 HORAS)AGUARDANDO A REVERSÃO DO QUADRO CLÍNICO PORQUE, DADO O TEMPO DECORRIDO, O SORO ANTIARACNÍDEO TORNA-SE INÓCUO. NÃO TENHO NENHUM SINTOMA A NÃO SER A APARÊNCIA INCONFUNDÍVEL DO LOCAL E ARREDORES DA PICADA.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Puxa, Gugu, espero que tudo corra bem. O pessoal conseguiu identificar o aracnídeo pelo aspecto da picada ou do entorno? Realmente é um caso muito peculiar. Mas a resistência imunológica é bastante variável entre as pessoas. Torço aqui para que tudo corra bem. Seu relato é mais um alerta para as pessoas, muito obrigado por divulgá-lo. Qualquer outra informação, estamos às ordens. Contudo, você com certeza está com um dos melhores atendimentos possíveis. Como devem ter te informado, fique atento a qualquer complicação que possa aparecer e não exite em contatar o pessoal.
      Abraços.

      Excluir
  15. ola ramon cara tem umas aki no banheiro de casa pq o forro e de madeira e tem varios cantinhos com aranhas mas nao tenho certeza se sao as marrom mas te enviei umas foto por email ..se puder me ajuda i valewww parabens pelo blog ..

    ResponderExcluir
  16. Oi Ramon!

    Encontrei uma aranha em casa e estava desesperada para saber se realmente é a marrom.
    Vi seus emails no comentário e te mandei duas fotos. Você pode me ajudar?

    Muiiito Obrigada.

    Abraços

    ResponderExcluir
  17. Me chamo Beca.Acabo de encontrar uma aranha que acredito ser a marrom aqui em casa. Vou te mandar as fotos para vc confirmar. Queria saber o que fazer, ja que se tem uma pode ter uma familia de milhares delas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rebeca, 99,9999999% de certeza. A foto está um pouco sem foco, mas esse desenho no dorso dela é um violino, correto? Então é a danada. Se puder levar no Butantã seria interessante, até para ter mais informações a respeito. Mas ligue antes para saber se estão a postos (sabe como é fim de ano). Onde você a encontrou? Dentro de casa? Cuidado com roupas, calçados e móveis (especialmente atrás de quadros). Acidentes são comuns na tradicional "faxina de final de ano".
      Abraços e obrigado por visitar o blog.
      Ramon Lamar

      Excluir
  18. Ola, acabo de enviar uma foto de uma aranha que achei em casa hoje. Adoraria sua ajuda para identifica la. Meu none é rebecca

    ResponderExcluir
  19. Olá Ramon, apareceu uma aranha aqui em casa e eu gostaria de saber se ela é nociva ou até mesmo se é a aranha marrom. Mandei pro seu e-mail as fotos dela, se puder identificá-la eu ficaria grata! Desde já obrigada. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jéssica, preciso de uma informação: onde ela estava? Andando pelo chão, parede ou atrás de algum móvel, quadro, etc. À primeira vista não me pareceu aranha marrom.

      Excluir
    2. Olá Ramon, ontem eu estava saindo do meu quarto quando vi uma aranha pendurada com suas teias pelo corredor, era pequena e era marrom, como já dito, ela não costuma sair perambulando com teias pela casa, mas detalhe: era à noite isso, eu pesquisei e descobri que ela sai a noite para procurar alimento, seria uma aranha marrom ? Observação: sua teia era fina e quase imperceptível ao olho nu

      Excluir
    3. Bruno, esse não é um comportamento da aranha-marrom. Ela não costuma se locomover por teias.

      Excluir
  20. Esse antidoto funciona contra oo veneno da aranha marrom reclusa, a parente americana da aranha marrom? Nao seria legal as pessoas poderem comprar esse antidoto? E assim usar imediatamente pos a picada. Ja vi dessas aqui em casa e fico com muito medo. Adoraria poder usar algo eficienteimediatamente caso fosse picada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito que o soro vale para todas as espécies de Loxosceles. Quanto a comercializar o soro, acho complicado. Além do uso incorreto (picada de outra aranha... que ficaria sem o tratamento correto), há a questão da conservação, validade e notificação para fins de epidemiologia.

      Excluir
  21. Eu tava de boa sentado e senti uma coisa andando pelo meu pescoço. Achei que fosse uma formiga e gentilmente peguei com os dedos e joguei no chão. Depois vi que era uma Loxosceles amazonica. Graças a Deus não me picou, tive muita sorte. Depois desse dia, já encontrei duas no meu quarto, estou pensando em tirar todos os móveis daqui e só deixar a cama.

    ResponderExcluir
  22. Mora em sete lagoas MG e tenho visto muitas aranhas marrom por aqui inclusive meu filho de 12 anos se deitou no passeio do vizinho as 19 hs de hoje próximo há entulhos e me queixou que uma aranha teria o picado, portanto até agora sem sintomas e edemas, somente sentiu na hora uma picada que supostamente se parecia de um pernilongo... O que devi fazer???? Estou desesperada e preocupada com meu bebê de cinco meses, já mandei dedetizar a casa mais parece que assanhou mais elas porque agora vejo uma ou duas todos os dia, o devo fazer??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Graziele, estamos na mesma cidade! Bom, existem muitas aranhas que são marrons. Provavelmente ele não foi picado pela aranha da postagem pois a dor é muito intensa, muito mais que uma picada de abelha. E quanto ao bebê não há muitos riscos pois a aranha marrom não perambula por aí e pica pessoas. O risco maior é aquele em que você vai carregar um banco ou uma mesa e a aranha está por baixo... sendo apertada pela sua mão... aí ela pica a pessoa. Se for possível, faça uma foto das aranhas que estão aparecendo por aí (uma foto boa, bem de perto e com foco) e mande para analisarmos. Fique tranquila.

      Excluir
  23. Olá, Ramon! Parabéns pelo blog! Enviei para o seu email uma foto para você tentar identificar a aranha que encontrei hoje dentro de casa. Na verdade, encontrei 4 delas. Estou com medo. Obrigada!

    ResponderExcluir
  24. Querido Ramom moro em sete lagoas é estou quase enlouquecendo, as 2h da manhã acordei e percebi um inseto próximo a mim, peguei meu filho de 6 meses rapidamente e coloquei no berço em seu quarto, qdo voltei para ver o que era me deparei com uma aranha,nao sei identificar,ja examinei todo o corpinho dele e não percebi nada, agora são 3:41 e estou aguardando para ver se vai manifestar algo, vc poderia me encontar quero saber mais sobre o assunto é como evitar acidentes.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, desculpe. Só vi sua postagem agora. Espero que esteja tudo bem com o bebê e com você. Nesses casos é importante que você procure guardar o animal (pode até congelar em uma caixinha) e faça uma foto. Se encontrar mais alguma pode enviar direto para o e-mail professorramonlamar@gmail.com . Abraços.

      Excluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.