As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

segunda-feira, 7 de março de 2011

Carnaval 2011 - Sete Lagoas (4)

AULA DE SAMBA, AULA DE CIDADANIA!
(veja as imagens do post anterior para entender o acontecido)

Eu nunca tinha pensado que uma "escola de samba" fosse um lugar de aulas sobre assuntos muito além do samba. Claro que ali estão as crianças, e não são poucas, com um sorriso ou uma lágrima, aprendendo a sambar, aprendendo a desfilar para quem quiser ver que no mundo ainda existe espaço para a alegria. 
Ontem, os poucos que estavam na feirinha (Praça Dom Carmelo Mota) assistiram a uma aula de cidadania. Os cidadãos do Santa Luzia ou Garimpo, não importa, mostraram que são feitos de carne, osso e muita fibra.
No momento, no meio do desfile, em que a escola foi interrompida pelos emissários da Secretaria de Cultura, com a notícia de que o samba deveria parar para que o concurso de fantasias fosse concluído, eu fiquei sem ação. Apenas ouvia as pessoas ao meu lado, pais e mães das crianças que desfilavam e mais outros que curtiam a empolgação da "escola que passava": - Absurdo! - Onde já se viu isso? - Só podia ser em Sete Lagoas mesmo! - Esse pessoal tá de gozação, só pode!
Olhei e registrei as interrogações no rosto da meninada. O misto de tristeza e desconsolo no olhar das passistas e dos integrantes da bateria. O peso aumentou nos ombros das baianas. Não era possível admitir que desceram para o centro (ah, o centro!) sob chuva, com crianças, fantasias, tambores e o pavilhão da "escola" para sofrerem esse tipo de humilhação. Era muito. 
Por um instante, temi pelo pior, pela revolta e invasão do palco. Mas foi só um instante, um instante daqueles que nos soca o estômago e chama para a realidade. SAMBA É PAZ, MAS SAMBA É TAMBÉM UMA FILOSOFIA! O estrago já estava feito e só havia um jeito de fazer a tal "limonada", ou enxergar o copo como "meio cheio". Primeiro um, depois outro... vários integrantes foram se aproximando do Mestre Saúva: - Vamos voltar! - Vamos embora! - Não querem a gente aqui!
A decisão fica como um marco na história daquele povo. Seis de março de 2011, às margens da Lagoa do Mucury. O dia que o Garimpo, por meio de sua tropa de alegria e samba, declarou sua independência. "Eu sou garimpeiro... com muito orgulho... com muito amor...!!!" A escola optou por terminar o desfile com a bateria e o microfone em silêncio. Vez ou outra o grito de "Eu sou garimpeiro...". A plateia entendeu e aplaudiu. Os representantes da Secretaria de Cultura, na maior saia justa, tentavam explicar o inexplicável. Insensivelmente, tentavam jogar a culpa na Verde e Branco.
Acompanhei tudo, respirei o ar da humilhação que o samba havia sofrido. Mas também respirei e enchi os pulmões com a alegria do povo que retornava ao seio da sua comunidade. Pessoas nas calçadas, nas janelas, nos bares... admirando seus filhos, amigos e desconhecidos que subiam a rua e que a pouco começaram a escrever uma página nova no grande livro chamado Cidadania.
Parabéns, ESCOLA DE SAMBA IMPÉRIO VERDE E BRANCO! Não é mini-escola, é muito mais. Acho até que já podem pensar em pleitear o título de UNIVERSIDADE DO SAMBA.
Muitos vão perguntar: o quê que o Ramon estava fazendo lá? A resposta é, no mínimo, inusitada. Sou um dos autores da letra do samba-enredo apresentado pela escola. Fui convidado, ou melhor intimado, a comparecer para acompanhar o desfile. E digo uma coisa: valeu muito mais do que muitas aulas, muitas falas e muitos discursos que ouvi sobre cidadania, na universidade ou fora dela.
Alô, IMPÉRIO VERDE E BRANCO!!!

Ramon Lamar de Oliveira Junior
Biólogo, professor e co-autor de samba-enredo!

8 comentários:

  1. Ola Ramon,

    estou triste pelo acontecido. Muito triste porque noto que houve intençao (seja de quem
    for) de abafar, como disse a Alessandra em outro post, o tema do samba-enredo.

    Mas noto tambem neste episodio um desprezo historico pelo Garimpo. As duas coisas vao unidas porque, ao contrario das leis da fisica, coisa ruim atrai coisa do mesmo sinal. Admiro e aplaudo seu apoio a esta escola assim como a denuncia. E aplaudo mais ainda a reaçao civica dos componentes da escola. Conheci o Garimpo de perto quando menino: ia ao coro da Igreja Santa Luzia e so' encontrei por ali gente boa: desde as crianças colegas do coro, ate' o famoso Fernando Pau-Terra.


    EU TAMBEM SOU DO GARIMPO! EU TAMBEM SOU VERDE E BRANCO!


    Um abraço a voce e a todos do Garimpo

    Claret

    ResponderExcluir
  2. Claret,
    tenha certeza que o seu apoio terá eco lá no Garimpo.
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  3. Ramon,

    Difícil digerir os fatos.
    Como digo sempre...
    Falta PLANEJAMENTO!(como falta...)

    Comunidade da Verde e Branco,

    Receba nosso apoio.
    Sugiro ainda...
    Uma virada por cima no próximo sábado, quem sabe?
    Assim como no Rio, a escola tem que mostrar doses extras de emoção, garra e superação para ser Campeã... e isto pelo que relatou Ramon, foi feito com louvor pela Verde e Branco.

    Parabéns a todos!

    ResponderExcluir
  4. Nós apoiamos a ideia Alessandra

    E ainda levamos nosso bloco também...

    Vou conversar com o Saúva a respeito...

    Um abraço
    Paulinho do Boi

    ResponderExcluir
  5. Estive pensando...

    Quem sabe, o desfile não possa ser no próximo domingo, na orla da Lagoa da Boa Vista.
    Poderia virar mais uma tradição na cidade...
    Todos os blocos e escolas em um único desfile...
    Por volta das 16H, para que todas as crianças, vovôs e vovós possam participar.Teríamos de quebra, a feira da Lagoa para divulgação do evento, o que acham?

    "Ressaca das Sete Lagoas"
    Pode dar certo...

    ResponderExcluir
  6. Tia Alê,
    acho que "Desfile das Campeãs" tem que ser é no sábado mesmo. Para dar tempo do pessoal descansar no domingo. Os desfiles estão dureza. E ainda tem a chuva no lombo!
    Abração.

    ResponderExcluir
  7. Neste caso, sendo no sábado e na orla da Lagoa Paulino, será preciso confirmar se o dia/horário estarão disponíveis para o desfile. Esporadicamente, acontecem alguns eventos no local e não podemos correr o risco. Precisamos claro, da autorização também.

    Quem tem acesso a estas informações e poderia nos ajudar?

    ResponderExcluir
  8. Hoje, depois de um ultimo dia de carnaval perfeito com desfile que foi pura emoção do inicio ao fim, ja posso comentar o fato daquele domingo de carnaval, so lamento pelo publico que estava na feirinha pois saimos com toda vontade do mundo para fazer uma festa unica, não fizemos no centro mas quando chegamos no garimpo, almas lavadas pela abençõada agua da chuva e pelos corações emocionados da nossa comunidade. O que sobrou dos outros fatos que tanto nos chateou foi simples lembranças, que para nos ja não nos afeta mais, como cantou em sua musica mestre "Manaceia" da Portela que diz :
    "O CASTIGO QUE EU VOU TE DAR É O DESPREZO..."
    Então minha filosofia é essa, o mais importante para mim é a alegria das minhas crianças dos meus jovens e das minhas lindas baianas.
    Por isso estou em extase pelo canaval da Verde e Branco.
    Muito obrigado a todos pelo apoio!!!
    Saúva

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.