As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Serra do Cipó

aMorar em nossa região e não conhecer a Serra do Cipó é um pecado extremo. Mas ainda dá tempo de ser absolvido.

Orquídeas crescendo entre pedras. Só para olhar e fotografar. Nem pense em coletar.

Monumento do Juquinha, homenagem aos catadores de sempre-vivas.
Um dos cartões postais de Minas Gerais.

Trilha dos escravos, trecho da Estrada Real.
Passeio obrigatório, prepare o seu fôlego, é morro acima!

Sempre-viva "chuveirinho" (Actinocephalus bongardii).

Cachoeira da Capivara (momentaneamente interditada por falta
de sensibilidade dos donos da área).

Cachoeira Grande.

Cachoeira do Tomé.

Cachoeira de Baixo e ponte sobre o rio Cipó (MG 010).

Cachoeira Véu da Noiva.

Minhas sugestões de hospedagem:

Pousada Chão da Serra: www.chaodaserra.com.br
Pousada Fazenda Monjolos: www.fazendamonjolos.com.br/
Pousada das Pedras: www.pousadadaspedras.net/

Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

5 comentários:

  1. A cachoeira da capivara não está interditada por falta de sensibilidade dos donos e sim pela falta de educação e falta de respeito a natureza dos antigos frequentadores. Infelizmente aqui para preservar tem que proibir o acesso. Só funciona assim. Busque mais informações dos acontecimentos antes de sair divulgando.

    ResponderExcluir
  2. Prezado anônimo,
    as informações colhi no local e com os donos das pousadas locais. Bate perfeitamente com o relato que se encontra em vários sites na internet: "É pessoal, a mais bela cachoeira da serra do Cipó a da Capivara está interditada sim. Trata-se de uma briga judicial entre um Desembargador da Justiça e a Cia. de Fiação e Tecidos Cedro e Cachoeira, essa novela ainda terá vários capítulos. Acho que o terreno realmente pertença à Cedro, essa empresa tem 140 anos e já tem um terreno de mais de 8.000 hectares lá, é uma empresa muito séria e não iria reivindicar uma coisa dessa sem quase ter certeza, caso a causa sejá ganhe pela Cedro o que eu acho mais provável, a Cachoeira será interditada para sempre pois trabalho na Cedro e nem os funcionários podem entrar no belo terreno que eles já tem lá. A vigilância é armada, 24 h por dia, não adianta vocês tentarem entrar. Vamos ver o que acontece..."
    Portanto, pelo que foi colhido no local e pelas informações acima, nada tem a ver com os frequentadores.
    Ouvi conversas também sobre a cobrança de ingresso e não realização de benfeitorias no local (latas de lixo, por exemplo), mas não dei muito crédito a elas por não achá-las muito sensatas.
    Quando eu escrevi "falta de sensibilidade" foi no sentido de procurar-se uma solução que proporcione a possibilidade de visitação do local, coisa que acontece em todas as outras cachoeiras.
    Se o tal processo (existe mesmo?) não estiver correndo em segredo de justiça, gostaria de ter acesso ao mesmo. Se possível, informe-nos como localizá-lo.
    Saudações.

    ResponderExcluir
  3. Confirmada toda a história da "falta de sensibilidade" diretamente com os funcionários do IBAMA no Parque Nacional e com outros donos de pousadas na região. Não houve nada de por "falta de respeito a natureza dos antigos frequentadores" o dono do terreno resolveu fechar para defender a natureza. O que existe é uma disputa judicial e parece que a Cedro Cachoeira já ganhou ou está prestes a ganhar. Dificilmente teremos acesso de novo à Cachoeira da Capivara.
    Eu relato informações, não sou do tipo que as inventa ou deturpa.
    Saudações.

    ResponderExcluir
  4. VISITEI A CACHOEIRA HOJE 23/02/11, MESMO NAO SENDO PERMITIDO, O LUGAR É MARAVILHOSO, A VEGETAÇAO UNICA, O SOLO ROCHOSO, SEM FALAR NAS SEMPRE VIVAS, MAS NA MINHA OPINIAO, A CACHOEIRA NAO É DE NINGUEM, NAO FAZ SENTIDO UM, LUGAR DAQUELE SER DE ALGUEM, ACHO SIM QUE SEJE DE TODOS, É NOSSO, NOSSO PATRIMONIO, É A NATUREZA ABERTA PARA NOS, AS PESSOAS EM SI QUE DEVERIA TER CONCIESNCIA E PRESERVA UM RIQUEZA TAO MARAVILHOSA.

    ResponderExcluir
  5. "Anônimo", se você esta falando a verdade eu realmente estou surpreso pela sua sorte de não dar de cara com nenhum dos jagunços que vigiam o local. Isso porque eu moro próximo a região e com freqüência vejo pessoas que se deram mal tentando visitar a cachoeira, os jagunços que trabalham lá não estão de brincadeira, mas pelo visto você conseguiu DESSA vez.

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.