As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 2 de novembro de 2018

REDAÇÃO PARA O ENEM: UM AUXÍLIO SUBSTANCIAL

Segue texto publicado hoje pelo meu ex-professor de Português que se tornou grande amigo e colega. Traz algumas regrinhas práticas para enfrentar a Redação do ENEM.

A algum de meus amigos que esteja às vésperas da prova de redação do Enem, apresento a seguir uma sugestão para a estruturação do texto argumentativo. É um texto meio longo, mas eu não tive tempo de ser breve. Se servir para alguém, faça bom uso dele.

REDAÇÃO ENEM

A proposta de redação adotada no Enem costuma se basear no seguinte esquema:
· São dados dois ou mais textos que defendem, criticam ou simplesmente analisam ou comentam um assunto, uma situação, um acontecimento, uma opinião, uma decisão etc., da atualidade.
· Com base nesses textos, costuma-se pedir ao candidato que se manifeste sobre o assunto ou sobre as opiniões defendidas nos textos dados e apresente a sua opinião a respeito.
Você pode e deve utilizar a fala dos autores para defender sua opinião, mas não pode repetir essa fala como se fosse sua. Para defender seu ponto de vista, você pode e deve utilizar argumentos de jornais e revistas, noticiários, opiniões de que você tenha conhecimento.
Às vezes, a pergunta é explícita: O que você acha de...,? Qual sua opinião sobre...?, Você concorda com...?,
Outras vezes, porém, a pergunta não vem explícita. A proposta pode apenas pedir que você produza um texto argumentativo defendendo uma opinião a respeito do assunto: Dê sua opinião sobre..., Comente a ideia focalizada nos textos, apresentando a sua opinião..., Expresse o que você pensa sobre o assunto etc.
Nesse caso, faça para você mesmo uma pergunta sobre ele: O que você acha da proposta de..., Qual sua opinião sobre a ideia de..., Seria oportuna (adequada, viável, inteligente, acertada etc.) a decisão de...?
Essa pergunta não aparecerá no texto; estará apenas em sua cabeça.
Por exemplo:
Assunto: Nomeação do juiz Sérgio Moro para o Ministério da Justiça
Faça para você mesmo uma pergunta como: Qual sua opinião sobre a nomeação do juiz Sérgio Moro para ministro da Justiça? Você concorda com a nomeação do juiz Sérgio Moro para ministro da Justiça? Seria oportuna a nomeação do juiz Sérgio Moro para ministro da Justiça?
Responda e faça da resposta o PARÁGRAFO-TESE do seu texto. Observe:
A nomeação do juiz Sérgio Moro para ministro da Justiça é (deveria ser, pode ter sido, talvez seja, talvez tenha sido etc.) oportuna. (inteligente, alvissareira, descartada, esquecida, abandonada, uma jogada de mestre etc.)
Esteja atento para assuntos em evidência. Eleições, constitucionalidade, tortura, perda de poder político, fake news, redes sociais, julgamento de políticos estão no auge. Mesmo que o tema não seja especificamente nenhum deles, veja se podem aparecer como argumentos para sua tese.

Importante! Não se esqueça do seguinte:
- Uma boa redação exige do autor duas condições fundamentais, sem as quais nenhum texto alcança a nota desejada: ter o que dizer e saber como dizer.
- Se você tem o que dizer, mas não sabe como dizer, você não diz nada que presta. Se você sabe como dizer, mas não tem o que dizer, você não diz nada que presta.
- Não existe uma receita única para a produção de textos argumentativos. Apresento a sugestão abaixo, tida por muitos dos meus antigos alunos como de grande valia para os seus estudos. Deixo-a à disposição de quem queira conhecê-la.

ESTRUTURA DO TEXTO ARGUMENTATIVO DE VÁRIOS PARÁGRAFOS

PARÁGRAFO-TESE: resposta a uma pergunta real ou imaginada. É a opinião a ser defendida.
A situação tal (a decisão de..., o fato de..., a proposta de..., o entendimento de que... etc.) é (deveria ser..., pode ser..., não é..., não deveria ser..., talvez não seja... etc.) problemática (oportuna, inoportuna, inteligente, equivocada, oportunista, necessária, indefensável, discutível, absurda, adotada, posta em prática, esquecida, apoiada etc.)

PARÁGRAFO-ARGUMENTO 1 Por que você pensa assim?
. Explica-se: essa situação (a decisão de..., o fato de..., tal proposta etc.) traria (provocaria..., compromete..., vai de encontro a..., comprova...., dá suporte a..., é claramente..., é necessária para... etc.)
. A razão de se pensar assim é que tal situação.... etc.
. É fácil entender por quê: a decisão de..., (a ideia de..., a adoção de...etc.) traria (provocaria..., compromete..., vai de encontro a..., comprova...., dá suporte a..., é claramente..., é necessária para...) etc.
- Com base em quê, você diz isso?
. Basta dizer que... Além disso... Pode-se dizer, ainda, que...,
. Acrescente-se a isso o fato de que...
- Como assim?
- E daí?

PARÁGRAFO-ARGUMENTO 2: Que outro motivo você tem para defender a tese inicial?
- Outra razão evidente de que a situação tal (a decisão de..., o fato de..., a proposta de...) deveria ser, pode ser, é, não é, não deveria ser, talvez não seja) oportuna, inoportuna, inteligente, equivocada, necessária, posta em prática, descartada etc.
- Por que você pensa assim?
. A adoção de tal medida....., Apoiar essa situação ... , Pôr em prática essa decisão..., O fato de..., tal proposta traria..., provocaria..., compromete..., vai de encontro a..., comprova...., dá suporte a..., é claramente..., é necessária para... etc.
- Outra prova clara de que apoiar, defender, abandonar, esquecer a ideia de... é o fato de que...
- Defender essa decisão..., a ideia de..., a adoção de... etc. poderia fazer com que..., poderia trazer..., talvez provocasse...
- Com base em quê, você diz isso?
- Como assim?
-E daí?

PARÁGRAFO-ARGUMENTO 3: Que outro motivo você tem para defender a tese inicial?
- Outra razão evidente de que a situação tal, a decisão tal, o fato tal, a proposta tal deveria ser, pode ser, é, não é, não deveria ser, talvez não seja oportuna, inoportuna, inteligente, equivocada, necessária, posta em prática, descartada et.
Por que você pensa assim?
- A adoção de tal medida....., Apoiar essa situação ... , Pôr em prática essa decisão..., O fato de..., tal proposta traria..., provocaria..., compromete..., vai de encontro a..., comprova...., dá suporte a..., é claramente..., é necessária para... etc.
- Outro motivo para que se defenda tal situação, ideia, proposta etc. é que....
- Outra prova clara de que apoiar, defender, abandonar, esquecer a ideia de... é o fato de que...
- Defender essa decisão..., a ideia de..., a adoção de... etc. poderia fazer com que..., poderia trazer..., talvez provocasse...
- Com base em quê, você diz isso?
- Como assim?
- E daí?

PARÁGRAFO-CONCLUSÃO
- Diante de tantas possibilidades, incertezas, temores, contradições, etc. , talvez esteja na hora de pôr em prática, apoiar, esquecer, abandonar, executar etc. a ideia de, a proposta de, o entendimento de...
- Como se vê, não há oportunidade mais oportuna para colocar em prática a proposta de, a ideia de, o entendimento de...
- E você? Diante de tantas possibilidades (ou incertezas, ou incertezas, ou contradições, ou evidências etc.), de que lado você fica?

Atenção 1: Elimine coisas como
- Na minha opinião...., No meu modo de ver..., Acho que..., Penso que...

Atenção 2: Evite palavras e expressões como
- Pois, porque, já que, visto que, uma vez que, haja visto que, sendo que, bem como, o que, onde, o mesmo
- Verbo no gerúndio (terminado em ando, endo indo)

Para finalizar, deixo como amostra o texto extraído do meu Pequeno Manual de Redação: Argumentação, produzido na expectativa de poder contribuir para uma prática mais eficaz na produção de textos argumentativos dos meus alunos.


A PRESENÇA DAS TORCIDAS ORGANIZADAS NOS ESTÁDIOS

   Para a própria sobrevivência do futebol brasileiro, é fundamental que se proíba a presença de torcidas organizadas nos estádios.
   Essa massa de torcedores fanáticos demonstra, quase sempre, uma incomum predisposição para a prática da violência. Raro é o fim de semana em que não se veem, nos principais noticiários, os tristes números da estatística da violência nos campos de futebol. O fato de estarem uniformizados, seja com a camisa de seu time, seja com a da própria torcida, parece fanatizar, ainda mais, essas pessoas e torná-las dispostas a enfrentar qualquer desafio, quaisquer que sejam as consequências. Em grupo, pessoas assim tornam-se irresponsavelmente corajosas, ousadas, irreverentes e chegam facilmente à selvageria, quando a paixão clubista se sobrepõe à razão e ao bom-senso. De fato, esse tipo de torcedor tem causado muitos problemas de violência nos dias de grandes jogos.
   Uma outra justificativa para a proibição de torcedores uniformizados dentro dos estádios são as obscenidades em que se transformaram seus gritos de guerra. Vestidos com as cores de seu time e incentivados pelo anonimato proporcionado pela multidão, esses bárbaros irresponsáveis e indecentes deliram freneticamente e se inebriam com os sonoros palavrões com que parecem alimentar seu instinto sanguinário. É deprimente o espetáculo proporcionado por esse tipo de torcedor àqueles que vão ao estádio pelo puro prazer de estar ali, com a família ou com amigos, à procura de uma diversão sadia e relaxante. Infelizmente, as obscenidades tornaram-se marca registrada de grande parte das torcidas organizadas.
   Proibir de vez a presença de torcidas organizadas nos campos brasileiros é importante, também, pelo fato de que esse tipo de torcedor afasta dos campos as pessoas de bem. Indignados com tanta demonstração de brutalidade e impotentes para impedir tudo o que de mau ocorre nos estádios, os torcedores pacatos, verdadeiros amantes do futebol e admiradores do grandioso espetáculo que esse esporte pode proporcionar, abandonam, pouco a pouco, o hábito de assistir, ao vivo, aos jogos do seu time. Afinal, é muito mais cômodo e seguro acompanhar as partidas pela televisão. É claro que a emoção não é a mesma, mas, em casa, fica-se a salvo de grosserias, agressões e de outras atitudes inconvenientes, que, incompreensivelmente, infestam os campos de futebol. Assim, o melhor mesmo é manter distância dos estádios, onde pessoas assim mandam e desmandam impunemente.
   Como se vê, se não for tomada uma atitude drástica, os clubes brasileiros poderão se tornar vítimas dessa paixão doentia que lhes nutrem essas torcidas (des)organizadas e correrão o risco de até mesmo desaparecer como entidades capazes de despertar no povo a simpatia, a emoção, o amor e o orgulho, que o verdadeiro torcedor cultiva por eles.

Esse texto foi estruturado em cinco parágrafos. De acordo com o tempo e o espaço de que você dispuser, de acordo também com suas condições físicas, você pode optar por um texto com apenas quatro parágrafos.

(Valdemar Carlos de Deus)

terça-feira, 21 de agosto de 2018

PROGRAMA PARA AS PROVAS DO ENEM

Aqui você encontra o Programa para as provas do ENEM 2018 e a Matriz de Referência que é utilizada para a elaboração das questões. O programa foi redigitado a partir do original publicado na página do MEC/INEP de forma a se obter um arquivo com menor número de páginas (mas mantendo a integralidade do texto) para que você possa imprimi-lo com mais economia. 
A nossa sugestão é que você leia o programa e assinale os pontos que precisam ser reforçados para a sua preparação.
Mais uma vez desejamos todo sucesso!!!

Clique na imagem abaixo ou clique AQUI para abrir o arquivo em pdf, sem enrolação e livre de vírus.


Atenção: Se você ainda não conhece, acesse nossa página com todas as provas do ENEM (sem enrolação e livre de vírus), incluindo as segundas e terceira aplicações, clique AQUINossa página, com a ajuda dos seguidores que também se esforçaram para tanto, foi a primeira a publicar a terceira aplicação de 2016! 

quinta-feira, 26 de julho de 2018

Salinha de Biologia e Química - Enem 2018 - Segundo Semestre


Resolução de questões INÉDITAS e questões CLÁSSICAS de Biologia e Química das provas do ENEM. Tendências das provas dos últimos anos. Resumos teóricos de temas mais complexos. Resolução de questões de vários capítulos no mesmo dia, para você estar sempre afiado(a). 
Mande um Whatsapp (98860.6003), tire suas dúvidas e faça sua reserva. 
Ex-alunos do primeiro semestre (ver abaixo*) e alunos que obtiverem 70% de acertos no "bolsão online"** pagam 3 parcelas de apenas R$90,00. Demais interessados pagam 3 parcelas de R$120,00. Turma de 12 alunos e restam apenas 9 vagas!!! 
A confirmação da matrícula se dá com o pagamento da primeira parcela por depósito ou transferência bancária. 

ATENÇÃO:  Ex-alunos do primeiro semestre e aqueles que obtiverem resultado satisfatório no Bolsão Online (8 acertos em 12 questões) poderão optar por pagar o curso todo em uma única parcela de R$ 240,00 (para pagamento feito no mês de julho).

*Alunos do primeiro semestre:
-Salinha de Biologia e Química (terças à noite) 
-Curso Biomédico no Colégio Caetano (quintas à tarde: em andamento) 
-Minicurso de Férias de Química Orgânica 

** Solicite a prova do Bolsão pelo Whatsapp

quarta-feira, 25 de julho de 2018

Motorista brasileiro é um caso sério!!! (Na Via Expressa de Contagem)

Passamos ontem pela Via Expressa de Contagem. Sempre passamos por lá no regresso de férias no Sul de Minas. Pois bem, que armadilha, arapuca é aquela que fazem lá com o trânsito???
A velocidade permitida é de 60 km/h. Acontece que muitos motoristas que usam frequentemente a via sabem onde estão os radares e "sentam o pau" no curto espaço de menos de um quilômetro que existe entre eles. Resultado... você precisa trafegar na via da esquerda pois todas as conversões que precisa fazer para chegar a Sete Lagoas são pela esquerda e sofre uma pressão de "gata parida" pelos carros que chegam em alta velocidade, bem acima dos 60 km/h, querendo levar alguns segundos de vantagem naquela via. 
Absurdo... uma Kombi, olha que desgraça, quase nos abalroou propositadamente no trecho. Polícia, fiscalização??? Nadinha!!!
Aliás, tem sido assim nas férias e feriados prolongados... encontrar uma viatura da Polícia Rodoviária (seja estadual ou federal) nas rodovias, fazendo operações preventivas, é quase como ganhar na megasena!!!

Trecho da Fernão Dias, razoavelmente bem conservada, mas abandonada pela Polícia Rodoviária Federal. Não se vê uma viatura no trecho. Fica por conta da concessionária que só age no caso de resolver acidentes, não de preveni-los.
Desse jeito, realmente, o país caminha é pro buraco!!!

quarta-feira, 18 de julho de 2018

Imprensa?

Algumas perguntinhas...

- Por que alguns assuntos que em qualquer lugar do planeta dariam notícia de primeira página por vários dias, em Sete Lagoas, mal aparecem nos jornais online? Geralmente, como "cantinho de tela" dá um trabalho pra achar.

- Por que alguns jornais online de Sete Lagoas colocam o espaço para comentários dos leitores mas simplesmente não os publicam? Ou será que os leitores não comentam? Eu fiz dois comentários mês passado e estou esperando até hoje eles aparecerem. E olha que nem era crítica... era comentário apenas...

domingo, 3 de junho de 2018

REGISTROS QUE EU PREFERIA NÃO TER REGISTRADO

Foto do dia 31 de  maio de 2018. Após conseguirmos aterrar a pista, acreditou-se que era possível recuperá-la. Bom, o resultado está aí. A matéria que comemora a recuperação do Bowl está em http://setelagoas.com.br/noticias/esportes/34669-pista-de-skate-sera-recuperada-atraves-de-acao-conjunta-entre-associacao-e-prefeitura. Dinheiro jogado fora!

Apesar das diversas reportagens a respeito, com a indicação das soluções técnicas, o problema das fezes de garças e biguás continua na orla da Lagoa Paulino. Talvez quando acertar um político, ou a esposa do mesmo, ou a mãe... talvez assim alguém tome mesmo uma providência. Impressionante!

Eutrofização (água verde pela proliferação de algas, que pode levar à mortandade de peixes) e festival de garrafas flutuantes (falta de educação ambiental, falta de qualquer tipo de educação... esse é o retrato de uma grande parcela da população, infelizmente!).
Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

sexta-feira, 1 de junho de 2018

Greves, caminhões, gasolina e sociedade...

Sei que está cheio de opinião por aí, mas vamos lá. Pedrada a gente toma toda hora mesmo. Sei também que um movimento organizado nesse Brasil é algo até utópico. O nível de organização nosso é visível apenas ao microscópio. E sei também que é mais fácil falar depois de tudo o que passamos ou ainda vemos.
Pois bem. Os caminhoneiros têm uma força gigantesca na sociedade. Comparável a eles talvez só os bancários (que está sendo substituídos por caixas eletrônicos) e uma ou outra categoria. Nós, professores, temos força alguma. Até porque somos divididos em escola pública, particular, universidade e vai por aí afora, cada uma com demandas diferentes e sem muitos pontos em comum para criar uma pauta única.
Mas os caminhoneiros poderiam ter feito uma pauta de reivindicações em prol não só deles, mas da sociedade brasileira como um todo. Poderiam ter incluído Diesel, Gasolina, Álcool e Gás de Cozinha nesse acordo. Ou seja, tudo o que a Petrobrás está metendo a mão para compensar os anos de roubalheira que lá aconteceram (e não nos esqueçamos disso!). Certa consideração com produtos alimentícios e hospitalares também seria muito importante pois isso o governo não está nem aí. O governo se preocupou primeiro foi com AEROPORTOS, ou seja, a porta de saída deles. Creio que teriam assim mais apoio da população e que estariam realmente prestando um serviço enorme ao país e a todas as categorias que são indefesas em relação às ações do governo. Quem sabe, na próxima, os líderes dos movimentos tentem pensar no brejo inteiro e não apenas em alguns sapos.

segunda-feira, 30 de abril de 2018

DESABAFO

Até consigo compreender que as emissoras de televisão ganhem um dinheiro do governo para estimularem tanto o cidadão a não deixar de declarar o Imposto de Renda. Aí fica aquela falação de faltam 10 dias... faltam 5 dias... falta um dia e 4 milhões ainda não entregaram a declaração...
O interessante é que NINGUÉM, nessa hora, discute para onde está indo esse dinheiro que muitas vezes está pagando farras, festinhas, viagens, verbas tal e tal, auxílio tal e tal (chamados de "penduricalhos", como se fossem trocados ou esmolas).
Agora, para piorar, assistindo o #MG2 (MGTV Segunda Edição), vejo até telespectadores dando bronca que o "imposto de renda é coisa séria", que "brasileiro não aprende e deixa pra última hora"...
Tá na hora (aliás, acho que já passou tem bastante tempo) de nos ajuntarmos no dia Primeiro de Janeiro de Cada Ano e estabelecermos metas do tipo: "Ou o GOVERNO acaba de uma vez com essa imoralidade do FORO PRIVILEGIADO ou ninguém vai pagar o IR"; "Ou o GOVERNO melhora sensivelmente a SAÚDE PÚBLICA (ou EDUCAÇÃO PÚBLICA) (ou SEGURANÇA PÚBLICA) ou ninguém vai pagar o IR". 
É muito confortável para o GOVERNO (FEDERAL, ESTADUAL OU MUNICIPAL) jogar dinheiro fora que é arrecadado com toda essa pressão. E ainda surgem papagaios-de-pirata para querer aparecer dando bronca em quem deixou para a última hora. É nessa hora que a gente percebe que certas pessoas não têm uma vassoura ou uma enxada em casa... sempre há um cômodo para varrer ou um lote para capinar!!!

domingo, 15 de abril de 2018

Número de Casos de Dengue, Chikungunya e Zika no Brasil - Novos dados de 2018

Os dados de dengue e chikungunya estão no Sistema de Informação de Agravos de Notificação – Online (Sinan Online), e os de Zika, no Sinan-Net. Os dados de população dos anos de 2015 e 2016 foram estimados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para o ano de 2017, foram utilizadas as estimativas populacionais de 2016.


Dengue
Em 2016, entre a SE (Semana Epidemiológica) 1 e a SE 52, foram registrados 1.483.623 casos prováveis de dengue, e em 2015, 1.688.688. Em 2017, até a SE 52, foram registrados 252.054 casos prováveis de dengue no país, com uma incidência de 122,3 casos/100 mil hab., e outros 247.206 casos suspeitos foram descartados. Em 2017, até a SE 52, a região Nordeste apresentou o maior número de casos prováveis (86.386 casos; 34,3%) em relação ao total do país. Em seguida aparecem as regiões Centro-Oeste (78.729 casos; 31,2%), Sudeste (59.601 casos; 23,6%), Norte (22.660 casos; 9,0%) e Sul (4.678 casos; 1,9%). 
Em 2018, até a SE 10, a região Centro-Oeste apresentou o maior número de casos prováveis (19.422 casos; 37,4%) em relação ao total do país. Em seguida aparecem as regiões Sudeste (18.013 casos; 34,7%), Nordeste (7.444 casos; 14,3%), Norte (4.644 casos; 8,9%) e Sul (2.407 casos; 4,6%). 

Febre de chikungunya
Em 2016, SE 1 a SE 52, foram registrados 277.882 casos prováveis de febre de chikungunya, e em 2015, 38.499. Em 2017, até a SE 52 (1/1/2017 a 30/12/2017), foram registrados 185.737 casos prováveis de febre de chikungunya no país, com uma incidência de 90,1 casos/100 mil hab.; destes, 151.966 (81,8%) foram confirmados e outros 52.285 casos suspeitos foram descartados. Em 2017, até a SE 52, a região Nordeste apresentou o maior número de casos prováveis de febre de chikungunya (142.131 casos; 76,5%) as regiões Sudeste (22.984 casos; 12,4%), Norte (16.570 casos; 8,9%), Centro-Oeste (3.679 casos; 2,0%) e Sul (373 casos; 0,2%). 
Em 2018, até a SE 10, a região Centro-Oeste apresentou o maior número de casos prováveis de febre de chikungunya (7.096 casos; 49,8%) em relação ao total do país. Em seguida aparecem as regiões Sudeste (3.642 casos; 25,5 %), Nordeste (1.844 casos; 12,9 %), Norte (1.559 casos; 10,9%) e Sul (120 casos; 0,8%). 

Febre pelo vírus Zika
Em 2016, SE 1 a 52, foram registrados 216.207 casos prováveis de febre pelo vírus Zika no país.  Foram confirmados laboratorialmente 8 óbitos por vírus Zika, a saber: Rio de Janeiro (4), Espírito Santo (2), Maranhão (1) e Paraíba (1). Em 2017, até a SE 52, foram registrados 17.452 casos prováveis de febre pelo vírus Zika no país, com taxa de incidência de 8,5 casos/100 mil hab.; destes, 8.839 (50,6%) foram confirmados. A análise da taxa de incidência de casos prováveis de Zika (número de casos/100 mil hab.), segundo regiões geográficas, demonstra que as regiões Centro-Oeste e Norte apresentam as maiores taxas de incidência: 39,3 casos/100 mil hab. e 12,4 casos/100 mil hab.,
respectivamente. Entre as UFs, destacam-se Mato Grosso (65,0 casos/100 mil hab.), Goiás (57,8 casos/100 mil hab.), Tocantins (44,9 casos/100 mil hab.) e Roraima (39,5 casos/100 mil hab.).
Em 2018, até a SE 10, foram registrados 1.174 casos prováveis de febre pelo vírus Zika no país, com taxa de incidência de 0,6 caso/100 mil hab.; destes, 197 (16,8%) foram confirmados. A análise da taxa de incidência de casos prováveis de Zika (número de casos/100 mil hab.), segundo regiões geográficas, demonstra que as regiões Centro-Oeste e Norte apresentam as maiores taxas de incidência: 2,4 casos/100 mil hab. e 1,0 caso/100 mil hab., respectivamente. Entre as UFs, destacam-se Tocantins (4,2 casos/100 mil hab.), Mato Grosso (3,8 casos/100 mil hab.) e Goiás (3,4 casos/100 mil hab.).


segunda-feira, 2 de abril de 2018

Engarrafamento e "bons motoristas"

Engarrafamento monstro ontem entre Paraopeba e Sete Lagoas. Dizem que foi por causa de uma carreta que quebrou e demorou para ser removida. Enquanto os motoristas que respeitam as leis passavam raiva, os "bons motoristas", os "espertos", os que "gostam de levar vantagem em tudo" aproveitavam para dirigir quilômetros pelo acostamento. Nada de PRF ou Via040 para olhar pelo que estava acontecendo. Retrato do Brasil!



O veículo flagrado trafegando pelo acostamento é autuado por infração gravíssima, que corresponde à multa de R$ 2.640,00 e em caso de ultrapassagem pelo acostamento, o valor da multa é de R$ 4.400,00. Isso sem contar os 7 pontinhos retirados da carteira!!!

terça-feira, 6 de março de 2018

FRAUDE NO 1o VESTIBULAR DE MEDICINA EM SETE LAGOAS MOSTRA FRAGILIDADE DO SISTEMA DE PROVAS

Link para matéria: http://portalsete.com.br/?p=24304

Filho de vereador de outra cidade (Nazareno-MG) foi beneficiado com fraude no vestibular de Medicina em Sete Lagoas. Felizmente a fraude foi descoberta a tempo. Uma quadrilha já bastante conhecida (mas que continua atuando...) infiltrou um "candidato" com documentação falsa que fez as provas no lugar do real candidato.  Candidato e um dos membros da quadrilha estão presos (resta saber se permanecerão presos!).
É por isso que um vestibular tão sério, tão visado e tão concorrido como o de Medicina não pode se restringir a uma pequena prova de 32 questões e uma redação. É necessário que ocorra uma avaliação mais robusta (até para dificultar a logística dessas quadrilhas), uma primeira etapa com um maior número de questões e uma segunda etapa com questões discursivas que praticamente eliminam essa possibilidade de alguém fazer prova por outra pessoa (ou de passar respostas por ponto eletrônico), pois a comparação da grafia é suficiente para saber que houve uma fraude. 
Essa comparação pode ser facilmente feita exigindo-se no ato da matrícula ou das primeiras aulas que os aprovados redijam um texto que será comparado com a grafia durante as provas. O registro das impressões digitais e análise por pessoa capacitada, permite também a identificação desse tipo de fraude.
A parte discursiva, aliada a uma equipe de aplicação atenta (não só de aplicação, mas também toda a equipe que atua nas inscrições, segurança e matrícula), com gente que entende do assunto para gerenciar o sistema é que garante a lisura do processo. Também a correção rápida das questões de múltipla escolha da primeira etapa permite levantar situações discrepantes e jogar luz sobre "candidatos" suspeitos e que possam ser observados mais de perto durante a segunda etapa.
Ah, o precinho? R$ 60.000,00!!!
Lamentável o acontecido!
No mais, registre-se nossos parabéns à Delegacia de Falsificação e Defraudações de Sete Lagoas, com o apoio da Delegacia de Homicídios, sob o comando da delegada Fernanda Mara de Assis Costa e contando com os investigadores Junio Maurício, Leonardo Tinoco, Pedro, Magno, Janaína Jardim, Wendel Felipe e o perito Loredo, fizeram levantamentos sobre o vestibular, que apontaram a fraude na realização do mesmo.

segunda-feira, 29 de janeiro de 2018

PREPARAÇÃO MEDICINA 2018

Prezados(as),

seguem informações definitivas sobre o Curso Preparação Medicina 2018

Local das Aulas: Colégio Caetano
Início: 01 de março de 2018
Término: 8 de novembro de 2018
Recesso no mês de julho
Dia e horário: Quintas-feiras de 14h30 às 17h45

Pagamentos:
 Matrícula I (1a parte da apostila): Em fevereiro (R$ 30,00) - Corresponde a Apostila 1 (Bio + Qui)
 Março: R$ 80,00
 Abril:  R$ 80,00
 Maio:  R$ 80,00
 Junho:  R$ 80,00 
 Matrícula II (2a parte da apostila): Em junho (R$ 30,00) - Corresponde a Apostila 2 (Bio + Qui)
 Agosto: R$ 80,00
 Setembro: R$ 80,00
 Outubro: R$ 80,00 

A matrícula poderá ser feita no Colégio Caetano a partir do dia 05 de fevereiro. O número de vagas é de 30. Preferencialmente será feita a matrícula para alunos que desejam fazer as duas disciplinas (Biologia + Química). Outros casos serão analisados se houver vagas disponíveis.

Obrigado!

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

DISCIPLINA DE ARBORIZAÇÃO URBANA

REPUBLICANDO DO FACEBOOK...

Vai um recadinho aqui. Este semestre vou dar a Disciplina de Arborização Urbana na Faculdade Santo Agostinho. São apenas 1h40min por semana. Acho que vai ser na noite de quinta-feira. 
A programação envolve reconhecer algumas espécies mais importantes, aprender sobre a história da arborização urbana, discutir sobre plantas nativas e exóticas, algumas técnicas de manejo (plantio, poda, compra de mudas...), importância da arborização e principalmente vamos ENSINAR A NÃO PLANTAR ÁRVORES DE GRANDE PORTE A DOIS METROS DOS POSTES DE ILUMINAÇÃO
Gente, arborização urbana é importante, um bom trabalho está sendo feito na área central (que é importante que seja mantido e cuidado de maneira correta). Contudo, erros primários estão sendo cometidos. 
Tô falando sério! Deve ser baratinho para fazer só essa disciplina. Acredito que a disciplina também será ofertada em outras faculdades, por outros professores. Por favor, quem tiver função decisória nesse assunto bem que poderia fazer o curso. 
Ah, se a questão é horário e se houver um bom número de interessados que trabalham nesse setor público, acho que consigo com minha coordenadora para oferecer esse curso num dia da semana à tarde! Dá pra fazer tudo em 3 meses! A arborização urbana vai agradecer. 
Depois vocês podem fazer outros cursos, especializações, mestrado, doutorado... mas tem que começar!!!

PS.: A foto ficou feia porque deu um problema no armazenamento da imagem no celular. Mas mais feia está a situação: oitizeiro (que chega a mais de 10 metros de altura - tem gente que acha que fica sempre pequeno e bonitinho), sem tutoramento (todas as plantadas estão e olha que ali venta muito), a dois metros do poste de iluminação e do lado de uma "caixa de visita" da CEMIG. Para aproveitar o serviço que já foi feito, sugiro transplantar essa muda e plantar um hibisco ou uma espirradeira no local.

PS.: Ah... antes que digam que é implicância. Ontem, por volta desse horário, enviei a imagem com texto ao Secretário de Meio Ambiente sugerindo a mudança da muda plantada e informando que sei que esse é o típico problema operacional. Sei que ele e o prefeito não são culpados diretos do assunto e que as pessoas que estão na parte operacional têm que ter mais conhecimento técnico para o serviço que são designadas.

domingo, 7 de janeiro de 2018

Se nós, das "SETE LAGOAS", não nos preocuparmos com a água...

Assembleia Legislativa de Minas Gerais realizou a Audiência Pública em dezembro último "Problemas de Abastecimento de Água em Comunidades da Serra da Moeda". A questão envolve a região de Brumadinho e outras cidades próximas. As maiores acusações lá são contra a Coca-Cola e sobre o Distrito Industrial próximo que, como sempre, parece estar com uma outorga de água superdimensionada, desrespeitando os usos que devem ser os preponderantes, em especial o abastecimento humano. Enquanto isso, coincidentemente, a Lagoa Grande... uai... cadê ela? (Abaixo, imagem de satélite mostrando a evolução da situação da Lagoa Grande... na mesma escala!)

Link para matéria sobre a Audiência Pública:  clique AQUI. (Resultados inconclusivos??? Sei...)

Evolução da situação da Lagoa Grande - Sete Lagoas - MG

Localização das principais lagoas de Sete Lagoas.

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

PREPARAÇÃO MEDICINA 2018



Resolução e comentários de mais de 350 páginas de questões abertas de Química e Biologia para garantir o máximo de acerto para os que querem enfrentar o Vestibular de Medicina, seja pelo ENEM, seja pelas outras faculdades!!! 
Você pode reservar sua vaga pelo e-mail professorramonlamar@gmail.com agora em janeiro, sem compromisso, e confirmá-la em fevereiro. 
As aulas começarão dia primeiro de março e irão até o final de outubro (com um recesso em julho). Para mais informações, use o e-mail acima. 
As aulas serão em sala especial do Colégio Caetano. Os alunos do Terceirão do Colégio Caetano pagarão apenas o material didático. Para os demais alunos o preço será bem acessível: apenas R$ 80,00 por mês (mar/abr/mai/jun/ago/set/out). Nos meses de fevereiro e julho é que serão pagas as apostilas (são dois volumes e ainda não temos o preço pois dependemos de uma resposta da gráfica para garantir o menor custo para os alunos). 
O Colégio Caetano está preparando uma sala especial para a realização deste curso. O total de alunos na turma deve ser de no máximo 30 para garantir a qualidade das aulas.


segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

domingo, 17 de dezembro de 2017

Feliz Natal e Feliz 2018

Mais um ano se aproxima do final e já estamos ansiosos pelo ano que irá se iniciar. Pedimos muita luz ao povo brasileiro e principalmente para os políticos, pois este ano poderá ser decisivo para as nossas instituições. Estamos à beira de um período muito bom, mas estamos à beira de um abismo também.