As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Antenas na Serra de Santa Helena

O advogado e ex-vereador Orlando José Batista escreveu no jornal Sete Dias do início do mês de Dezembro de 2010 um texto sobre a questão das antenas na Serra de Santa Helena. Orlando comparou nossa situação com a do Pico do Ibituruna, em Governador Valadares. No Pico da Ibituruna, em meio às inúmeras antenas, fica a imagem de Nossa Senhora das Graças, conhecida como a “Santa da Ibituruna”. Hoje é impossível tirar sequer uma foto da santa sem que as antenas em volta apareçam (clique aqui e aqui para ver as imagens que mostram a situação caótica).
Em breve vamos ter aqui, com o nosso conjunto cruzeiro-igrejinha, o mesmo problema. Para ser sincero já é difícil esconder as antenas e postes de iluminação nas fotos, mas pode piorar e muito. 
Todas as antenas da serra de Santa Helena estão corretamente licenciadas? Lá em Governador Valadares, das 17 antenas apenas uma estava autorizada, mesmo assim de forma controversa, pois fere a Constituição Estadual que protege aquele pico.

A serra de Santa Helena e suas belas antenas. No meio da foto, o cruzeiro e a igrejinha atrapalhando a imagem da tecnologia. Os aparelhos vão ficando cada vez menores e as antenas cada vez maiores.
Lembro que também não recebi resposta sobre a situação da antena da CEMIG (clique aqui) que compete com a fachada da serra.

Foto e texto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.