As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

Borboleta 08 ou 80: gênero Callicore

Quando mostrei a foto da borboleta 88 do post anterior (Diaethria), ainda na câmera, para minha filha, ela disse: - "Eu também fotografei essa borboleta." Só hoje fui olhar com detalhes as fotos que ela fez, junto comigo, no passeio ao Parque da Cascata. Foi então que eu percebi que ela havia fotografado outra borboleta, bem na grade de proteção da cascata. Trata-se de uma Callicore, provavelmente Callicore sorana.
Infelizmente a foto ficou um pouco "de longe". Em se tratando da minha filha, foi até perto demais: ela morre de medo de borboletas!

Borboleta do gênero Callicore, fotografada no Parque da Cascata - Sete Lagoas - MG. Foto: Marina Costa Oliveira

9 comentários:

  1. Pois sua filha leva jeito, Ramon! Tal pai, tal filha!

    Abs.
    Claret

    ResponderExcluir
  2. O^ Ramon,

    estive reparando mais na foto que sua filha fez, e nao e' que a borboleta pode ser a 80? (olhando-a rotando a cabeça a esquerda). Agora faltam a 81, 82, ...

    Um abraçao (estou preparando uma surpresa para voce)

    Claret

    ResponderExcluir
  3. Pois é, Claret. Depende da posição do objeto e do observador. Por isso é oito ou oitenta!!!

    PS.: Essa história de objeto e observador roubei das aulas de física.

    ResponderExcluir
  4. O^ Ramon,

    desculpe-me a minha burrice. Nao prestei a devida atençao no titulo do post! Pus mais enfase na foto que no texto...

    Abs.
    Claret

    ResponderExcluir
  5. Burrice não, sô. Apenas um lapso de observação!!! Um grande abraço!!!

    ResponderExcluir
  6. olá, gosto muito da borboleta 89, já encontrei dela no paraná, em santa catarina, e agora encontrei uma 08(ou 80) aqui na bahia. Você sabe se ela é muito rara de ser encontrada, e onde há mais desta espécie?ela é característica do brasil, ou há em outros países também?Obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Liz, li sobre registros na Argentina e Peru. São outras espécies do mesmo gênero, mas também "numeradas". Creio ser comum apenas na região Neotropical (América do Sul, principalmente).

      Excluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.