As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 16 de janeiro de 2011

Turismo, capina, obras... descompasso total!!!

Conforme ampla divulgação da Seltur, começou (ou deveria ter começado) hoje mais uma edição do Projeto Conhecer Sete Lagoas.
Fui até a Serra de Santa Helena e perguntei a dois moradores sobre o ônibus do Projeto. Disseram que não viram. A estrada da subida continua sem capina e os buracos aumentando.
É o total descompasso entre a Secretaria de Turismo, a Seltur, a Secretaria de Obras e a Secretaria de Meio Ambiente. Depois insistem em alegar que Sete Lagoas é uma cidade turística. A única cidade turística que conheço que não se prepara para receber os turistas. O Carnasete tem status de turismo. Até o Secretário de Governo faz propaganda dele no Twitter. Os pontos turísticos de beleza cênica ou importância histórica ficam relegados a terceiro plano. Bom mesmo é Carnaval no estilo folia e bebedeira. Conseguiram até acabar com  os desfiles das escolas de samba, que pelo menos tinham um apelo popular, torcida e tudo. Não era uma Marquês de Sapucaí, mas muita gente tem saudade. Talvez, caiba a pergunta: QUAL TURISMO NÓS QUEREMOS?
Quando os cursos superiores de turismo desembarcaram em Sete Lagoas, eu achei que podia dar resultado. Não deu. A mentalidade não mudou. 

 
Sendo biólogo, eu nem deveria reclamar tanto. Afinal, nunca antes na história dessa cidade o verde foi tão preservado. Pena que é o verde do mato. Até árvores imunes de corte estão ameaçadas, como é o caso da Sapucaia dos fundos do Casarão. Aliás, a Secretaria de Planejamento estava lutando para preservar a Sapucaia, será que continuará com poder para isso?
De positivo na Serra de Santa Helena, conforme relato dos moradores, é a ação da Polícia Militar que praticamente acabou com a baderna lá em cima. Mas a placa de "PROIBIDO SOM AUTOMOTIVO" ainda não está lá. Se o entorno da igrejinha é propriedade particular (Diocese), eles não podem colocar esse tipo de placa? Vamos precisar de leis e leis complementares e bla bla bla?
Aproveitando o passeio, paramos às margens da Lagoa do Cercadinho para registrar mais uma vez o descaso com uma das 7 lagoas.

Lagoa do Cercadinho
Fotos e texto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

3 comentários:

  1. Professor

    Temos lutado muito para trazer os carnavais de outrora para o povo. Desde de 2002 quando começamos, inclusive com o NDA, Opte Livros e Restaurante Três Marias, como os primeiros parceiros da idéia. Conseguimos avançar um pouco e aprendemos na prática o significado de política cultural. Hoje somos cinco organizações carnavalescas, com esperança de mais uma sair as ruas da cidade. Haja fôlego, fê, garra, e determinação para tanto mas, estamos conseguindo devido aos mais antigos que estão vindo às ruas e nos ajudando. Enquanto ao carnasete, espero que joguem uma pá com cal em cima, festa criada para uma empresa só ganhar, nem os músicos daqui eram contratados, muito menos nossas organizações eram beneficiadas com a festa DELES. Além de dar um trabalho enorme para polícia e de ter gerado o amargo desconforto de uma erança maldita para todos nós carnavalescos. A famigerada decisão judicial que nos impede de desfilar em volta da lagoa.(Culpa do CARNASETE).
    Espero que apostem todas as fichas nas organizações carnavalescas por nós geridas.É um trabalho que alimenta uma cadeia produtiva saudavel, (costureiras, bordadeiras, artesãos, artistas carnavalescos,ritmistas...), e viabiliza a manutenção da memória emotiva de nosso povo. As famílias, com fantasias que são compradas no comércio local,vão para as ruas brincar,deixando a grana aqui. Não temos, em nosso histórico, nenhuma ocorreência policial negativa. O ano passado entramos em um processo coletivo de gentileza. Até a polícia tava nos ajudando com a idéia.
    Neste ano o Bloco Boi da Manta irá homenagear o antigo Bloco "AS VIRGENS DO PEITUDO" o nosso tema será "DE PEITO ABERTO PARA FELICIDADE". Começaremos nossos ensaios na quadra do coral Dom Silvério no próximo sábado às 14h.
    Espero, com fé em Deus,e com todas as velas acesas, que até lá a cidade esteja preparada para receber nossos foliões...(Acredito na teoria da janela quebrada citada aqui).

    Um abraço
    Paulinho do Boi

    ResponderExcluir
  2. Esse é o Paulinho: um sujeito com uma causa!!! Abração, meu caro.

    ResponderExcluir
  3. Ramon,quanto a Sapucaia, nós entramos na luta contra seu corte, alí no casarão, moraram nossos antepassados,nossos avós e tios, ali nasceu minha mãe e seus irmãos, alí vivemos nossa infancia brincando debaixo daquela frondosa arvore!Não sei quem comprou o terreno, era área em litígio, entre minha mãe(falecida) e a Fuzica,filha adotiva do seu irmão, Manoel Chassim ja falecido!
    Aquela maravilha, não poderá ser integrada em algum projeto viável para não ser demolida?
    Assim esperamos!
    Celle

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.