As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Texto da Alessandra Casarim sobre recuperação de áreas degradadas.

Ontem, recomendei aos meus alunos uma visita ao blog da Alessandra Casarim para ler um texto sobre Recuperação de Áreas Degradadas. No meio da aula, o par de neurônios falhou e eu não lembrava o endereço do blog dela nem que uma manada tossisse!!!
O texto é curto e bastante didático. Coisas da Alessandra e da sua experiência de sala de aula em transmitir as ideias de maneira simples e inteligente.
Segue então um link (clique aqui) para o texto.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Um comentário:

  1. Meu Caro Ramon.
    Segui o "link" e li o artigo.
    Brilhante.
    Infelizmente em Portugal estámos a passar por uma fase de desertificação e, as responsabilidades estão a passar ao lado. Nestes últimos anos, os pinhais do meu país foi atacado pelo "Nemátodo", importado em madeiras vindas da china.
    Os nossos agrónomos ou estão a dormir ou, não têm forma de se fazerem ouvir.
    O "Pinus" árvore de especial relevo nas construções navais de outros tempos , pinhais como o de Leiria , mandados plantar pelo nosso rei D. Diniz estão a ser dizimados. Não se faz ou não se sabe como combater semelhante praga.
    Os nossos governantes estão mais interessados com a venda aos madeireiros, pois estes alimentam-se bem à custa do mal dos outros. Esta praga, começou no Sul do País e, já chegou ao Norte. É necessário o abate sistemático em tempo útil, mas não se faz a reflorestação pelo menos em espécies que resistam a esta praga.
    Se se der ao interesse de pesquisar no meu espaço, em tempos, dei o grito do "Ipiranga", mas a praga continua.Hoje ninguém fala em semelhante "peste".
    Vamos todos defender com garra as nossas florestas.
    Um abraço ecológico . João

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.