As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sábado, 4 de junho de 2011

Só espero que os novos livros do MEC não sejam cobrados no ENEM

Afinal de contas, se já era difícil ensinar a forma certa, pior é agora que pode-se ensinar o errado. Começou com o livro de português que, em nome do combate ao preconceito linguístico, é tolerante com frases do tipo "os livro ilustrado mais interessante estão emprestado". Agora vem o a notícia de um livro de matemática do MEC apresentando as novidades: 10 - 7 = 4  e  16 - 8 = 6. Não quero nem ver a parte de trigonomeria. Aliás, os números complexos devem até ter sido abolidos (complexos demais!). Será que é para combater o preconceito matemático? Já surgiram piadinhas na internet sobre a matemática usada pelo Palocci para multiplicar seu patrimônio (e depois para explicar tal crescimento). 
Claro que no caso da matemática deve ser erro de revisão, prática aliás que é uma continuidade dos erros de revisão das últimas provas e folhas de respostas do ENEM. 
Como diz o Fábio, amigão dos tempos da FEMM, isso é igual "garrancho na enchente"... só vem porcaria agarrada em porcaria.
(Clique aqui para ler uma matéria sobre o livro de matemática.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.