As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

VAZAMENTO DO ENEM: E O MEC AGIU!!!

MEC cancela provas do Enem de 639 alunos de escola no CE

LARISSA GUIMARÃES, DE BRASÍLIA
Adaptado de: Folha de São Paulo

O Ministério da Educação decidiu cancelar a prova dos 639 estudantes do colégio Christus, de Fortaleza (CE). O ministério reconheceu nesta quarta-feira que um simulado feito pelo colégio, duas semanas antes do Exame Nacional do Ensino Médio, continha nove questões idênticas às do exame - aplicado no fim de semana passado para 5,4 milhões de alunos em todo o país.
As questões do simulado foram divulgadas ontem em um perfil do Facebook. Dos 14 itens expostos na rede social, 9 eram idênticos às questões apresentadas pelo Enem.
A Polícia Federal foi acionada para investigar o caso. Uma das hipóteses trabalhadas é que as questões vazaram pelo pré-teste do Enem. A cada ano, o Inep (instituto do MEC responsável pelo exame) aplica provas para alunos de diferentes escolas do país para testar o nível de dificuldade dos itens. Essas questões, após serem testadas, podem fazer parte do banco de itens, de onde saem as questões do Enem. O colégio Christus foi um dos selecionados para o pré-teste do Enem 2011.
Em nota, a escola informou que as mesmas questões foram usadas em pré-testes realizados pelo ministério. Para o colégio, as questões podem ter entrado em um banco de perguntas da própria instituição por sugestão de alunos que fizeram pré-testes, "sem o conhecimento da escola no que diz respeito à origem desses dados"
 
COMENTÁRIO PARA A FRASE FINAL (sublinhada): Cabe à Polícia Federal analisar todos os cadernos de simulados e compará-los com o banco de dados do INEP. Suponho que outras questões do banco de dados estavam presentes nos simulados (mas não caíram nas provas do ENEM). Sendo assim, o banco de dados de questões do INEP pode ser deletado e essa "história da carochinha" de T.R.I. PERFEITO pode ser jogada num aterro sanitário. E agora? Como controlar essa logística? E continua a pergunta: POR QUE O COLÉGIO CHRISTUS MESMO NÃO PROCUROU O INEP/MEC, POLÍCIA FEDERAL OU O MINISTÉRIO PÚBLICO FEDERAL PARA EXPOR O PROBLEMA LOGO APÓS A PRIMEIRA PROVA?

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.