As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Arborização sob fiação elétrica

Na foto seguinte temos as espirradeiras floridas (Nerium oleander) e, mais abaixo, a falsa-murta (Murraya sp). Observe que não é tão difícil conseguir espécies vegetais adequadas para locais sob fiação.


Infelizmente, as calçadas são muito estreitas (como acontece em quase todas as cidades), mas como é uma rua de menor trânsito, não chega a causar transtornos. Parabéns aos moradores que escolheram uma arborização adequada, dentre as que temos disponíveis.
Ambas, evidentemente, apresentam também seus problemas. A espirradeira é uma planta tóxica, ou seja, a ingestão de partes da planta pode causar problemas, especialmente para as crianças. Mas cabe a todos nós alertarmos as crianças sobre isso. Afinal de contas, são raras as plantas que não são tóxicas. A quase totalidade delas está nas hortas! A falsa-murta está proibida no estado de São Paulo pois acredita-se que ela pode hospedar um parasita dos laranjais.

Texto e Foto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

2 comentários:

  1. Olá Ramon,
    vivendo e aprendendo professor!

    Não conhecia a toxidade da espirradeira, acreditava ser alergia, somente os alergicos passariam mal. Aprendí mais um pouco.
    Um beijo
    celle

    ResponderExcluir
  2. Pois é, a espirradeira possui substâncias que atuam sobre o coração. Veja o texto seguinte, da wikipédia:

    Toda a planta é tóxica. Tem como princípios ativos a oleandrina e a neriantina, substâncias extraordinariamente tóxicas. Basta que seja ingerida uma folha para matar um homem de 80 kg, no entanto, muitas vezes a ocorrência de vómitos evita o desfecho fatal.
    Os sintomas da intoxicação, que podem aparecer várias horas depois da ingestão, são dores abdominais, pulsação acelerada, diarréia, vertigem, sonolência, dispnéia, irritação da boca, náusea, vômitos, coma e morte.
    Está registrado pelo menos um caso de intoxicação por ingestão de caracóis alimentados com folhas desta planta, devido à acumulação de toxinas ao longo da cadeia alimentar.

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.