As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Praça Barão do Rio Branco: paisagismo.

Já estou devendo estas fotos há muito tempo. Como o paisagismo da praça melhorou um pouco, melhor ainda. A nota sobe um pouco. Acho que uns 7 tá de bom tamanho.

Vista geral da praça. Também conhecida como "Praça da Prefeitura".
As bordaduras de "pingo de ouro" são condenáveis. Melhor seria a grama chegando até a borda do canteiro.
Terra à vista!!! Um jardim não pode ter terra aparecendo. Calateias e marantas cobririam muito bem essa terra que está sob a copa da figueira, e ainda dariam um colorido melhor para a praça.
Roseiras nas praças são uma fixação setelagoana. Mas a terra aparecendo não dá. Pelo menos uma argila expandida ou cavacos de madeira seriam necessários no local (contando que a população não use para fazer "guerrinhas"!).
Mais terra à vista! Para que aquele círculo de terra em volta do caule? Incapacidade de podar a grama bem rente ao tronco?
Mas no geral, e para os mais desavisados dos conceitos paisagísticos modernos, a praça se encontra bem apresentável. Sua característica mais marcante é a abundância de espécies, o que não facilita muito o trabalho de manutenção. Ainda faltam uns bancos na área interna, recuados para curtir melhor a sombra agradável do local. O tal do estacionamento em volta atrapalha bastante, diga-se de passagem. Mas como o pessoal que passa por lá tem gostado (e comentam quando observam que estou fotografando) vai uma nota 7. Passou de ano!
Fotos e comentários: Ramon Lamar de Oliveira Junior

9 comentários:

  1. Ramon,

    e' a minha preferida em Sete Lagoas.

    abs

    ResponderExcluir
  2. Também gosto muito de Marantas e Calatéias...principalmente as coloridas...
    Quanto as rosas, prefiro os Liriopes como forração, dá um maciço bem bacana, um colchão mesmo(Cobre as "canelas" nuas das Rosas). Aff!! Sodré agora me entrega pra Deus, rsrsrs...Também não gostava de rosas em jardins, me lembrava "Casa de Vó". Acabei aderindo em algumas fazendas para abastecer as capelas, tanto as caipiras, quanto híbridas e as rosas trepadeiras em arcos e pérgulas.
    Cá pra nós, adorava a casa da vovó com todas aquelas samambaias, dálias e rosas...
    Adorei o post! Parabéns!!!
    Abraços, Alê

    ResponderExcluir
  3. Alê,
    concordo em gênero, número e "degrau". Facim de resolver, né?
    Claret,
    claro que esse post foi em atenção ao seu pedido!
    Abração procês dois.

    ResponderExcluir
  4. Este negócio da ideia fixa de roseiras no paisagismo sete-lagoano só pode vir do tempo do prefeito Sérgio Emílio. Na época, muitos o chamavam de "prefeito jardineiro". Sua logomarca chegou a ser uma colher de pedreiro com uma rosa, lembram-se?

    ResponderExcluir
  5. Ramon,
    Cartola já disse, que as rosas não falam, deixe as rosas em paz. O setelagoano não tem muito o hábito, de usar a praça como espaço de convivência. Eu sou um apaixonado por praças, se fosse prefeito, espalharia e ampliaria as já existentes.
    Sinto saudade é dos coretos, mas como tudo que tem telha, vira casa de morador de rua ultimamente, melhor não tê-los. A nota para mim é 6, porque falta na praça uma fonte bem cuidada.

    ResponderExcluir
  6. Puxa, Stefano, pode deixar. Não vou bulir com as rosas. Mesmo porque as rosas têm acúleos que podem ferir-me. (Agora, cá entre nós, existem rosas bem mais bonitas do que as que estão sendo plantadas, não acha?) Apenas sugeri que a terra fosse coberta para não ficar aparecendo. Ah, e cuidar de rosa é coisa para especialista. Tem um jardim de uma residência aqui perto de casa que tem umas roseiras maravilhosas.
    Somos dois apaixonados por praças, então. Coretos e fontes também são fantásticos, não fossem os habitantes de duas pernas ou de duas asas (mosquitos da dengue), mas mesmo assim acho que temos condições de mantê-los visitáveis e saudáveis.
    Abração!

    ResponderExcluir
  7. Ramon, concordo com você plenamente! Queremos praças e jardins bem cuidados, utilizando flores e vegetação de acordo com os locais, para que se desenvolvam e embelezem!
    Não justifica deixarem sem o gramado ou outra vegetação rasteira, até mesmo a forração sugerida! Esta praça defronte da prefeitura deveria ser o seu jardim !
    Um abraço
    Celle

    ResponderExcluir
  8. Ramon, esquecí-me de dizer-lhe, seu blog está de cara novaaa....
    Ficou o máximo!
    Muito bonito mesmo, com este fundo e demais novidades!!!
    Felicidades!
    Celle

    ResponderExcluir
  9. Celle,
    obrigado pelos comentários. Nós queremos os jardins e praças cada vez mais bonitos. Precisamos acreditar na capacidade do nosso povo e de nossos governantes. Precisamos ampliar o bem estar de todos que andam pelas ruas e podem ser agraciados com um bonito visual (ajuda a esfriar a cabeça). Uma bela cidade, mantida conscientemente por todos, é condição primordial para que possa atrair e deleitar os turistas.
    Abração!!!

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.