As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 25 de setembro de 2011

Nova pista de skate e dúvidas

Desculpem a ignorância, mas pista de skate é assim mesmo, com essas quinas vivas? Ou a obra não está pronta ainda e as quinas vão ser arredondadas? Jovens já estão lá usando as pistas... um morador próximo, preocupado com os acidentes (que já aconteceram) me mandou estas fotos...
Deputado Ronaldo João, pessoa extremamente preocupada com a saúde da população setelagoana, dê uma conferida lá!



Fotos feitas por morador das proximidades da Lagoa da Boa Vista.
Dúvidas: moradores da região e Ramon Lamar de Oliveira Junior

10 comentários:

  1. Caro Ramon,
    o projeto da pista de skate foi feito por um arquiteto e skatista de Belo Horizonte chamado Anibal em parceria com o Fabinho (proprietário de uma loja de skates em Sete Lagoas). O projeto foi seguido a risca pela construtora e aprovado pelos autores. Inclusive as "quinas" que você mencionou foram feitas de aço, exatamente para que não quebrem. O autor do projeto ainda comentou que foi a pista de skate mais bem executada que já acompanhou até hoje. Esta pista, segundo ele, não foi feita para diversão de crianças e de leigos. É uma pista para skatistas experientes. O que falta talvez, seria a colocação de uma placa de advertência para os pais. É uma sugestão para os moradores locais solicitarem a prefeitura.
    Ass.: CONSTRUTORA RESPONSÁVEL PELA OBRA

    ResponderExcluir
  2. Agradeço o comentário acima, da Construtora responsável pela obra. Fica a ótima sugestão da placa de advertência.
    Aproveito para fazer um pedido: Será que a solicitação da placa para a prefeitura não poderia partir da própria construtora?
    Muito obrigado pelo esclarecimento.

    ResponderExcluir
  3. O projeto é abstrato; o público-alvo, o terreno, a localidade e o uso, por exemplo, são coisas bem diferentes.

    Convenhamos: um bom arquiteto deve estudar bem, nesse caso, o local e quem o frequenta, além de outros requisitos fundamentais. E esse tal arquiteto é skatista, ainda por cima! Inteiradíssimo no assunto! Poxa, poderia sair um projeto legal!

    Aliás... Essa nova pista "matou" o único espaço que existia para os patinadores!

    Acompanhei de camarote esta obra. Não aprovei.

    ResponderExcluir
  4. "Todo artista tem que ir aonde o povo está..." (Milton Nascimento)

    ResponderExcluir
  5. Qual o problema em andar de patins nessa pista?
    O único lugar disponível para a construção da pista era esse! Era pegar ou largar...

    E quanto a dúvida do Ramon, pistas de skate são assim mesmo. O risco de machucar é grande, mas quem anda sabe se virar com essas quinas.

    ResponderExcluir
  6. Reynaldo,
    obrigado pela sua participação.
    Mas não havia outro lugar na cidade para a pista de skate?
    Existem várias praças, inclusive próximas à Lagoa da Boa Vista que não possuem nada. Veja a praça na Rua Barbacena com Viçosa. Tem 30 metros de diâmetro, igual à área utilizada e não tem nada lá (o pessoal clamando para que seja feito algo lá). Não precisava desnudar um santo para vestir outro.
    Já o problema de andar de patins é que o uso da pista aumenta (patinadores e skatistas) e assim o risco de problemas aumenta, não concorda?
    Quanto ao "ser mesmo assim", sou obrigado a concordar. Mas uma placa lá, como disse o pessoal da Construtora, seria muito bom para avisar os mais novos. Eles não estão acostumados com pista alguma além daquela "piscina" antiga.
    Acidentes estão acontecendo... e muitos. E aquela quina na entrada... putz, aquela é assassina. Ali também faz parte da pista (foto do meio)? A que mais me assustou foi aquela. Pega até quem está passando por perto (rs).
    Abração e vamos conversando que a gente chega num acordo ou num desacordo amigável.

    ResponderExcluir
  7. Quanto ao lugar, o problema não é com os praticantes do esporte, mas sim com a prefeitura. O que poderia ser feito são outros espaços para a prática do esporte, tanto amador quanto profissional; tanto skate quanto futebol ou qualquer outro esporte.
    A pista que foi construída pode muito bem ser usada por skatistas ou patinadores, a questão é que quem anda de patins não aceita andar junto com skatista e vice versa, são costumes do esporte desde sempre.
    Ao meu ver a placa é desnecessária, pois sempre houve uma placa grande com os dizeres: "É expressamente proibido o uso da pista sem capacete e equipamentos de proteção" na antiga pista e até eu mesmo não usava todos os equipamentos, apenas capacete e mesmo assim raramente. Ninguém segue à risca todos os procedimentos, eu sempre soube que o corrimão redondo é melhor que o quadrado, pois o risco de machucar é mínimo, porém o corrimão redondo é mais dificil de se equilibrar... e dentre outras coisas que só quem pratica o esporte sabe o que se passa, assim como também tem conhecimento do risco. O que deveria ser feito é uma placa expressando que a pista NÃO é para iniciantes, pois quem não sabe nem se equilibrar e for tentar fazer isso perto do corrimão (ou segurando no mesmo) pode se machucar nas quinas.
    Conheço quem ajudou no projeto da pista e conheço quem já se machucou, o machucar já é previsto, um corte na canela, essas coisas assim são normais para um esporte "radical".

    É sempre bom manter essas discussões assim, é bom ouvir e falar também com quem sabe o que está falando e não defendendo só a própria ideia.

    Abraços Ramon
    (com a correção ortográfica de Amanda Baracho)

    ResponderExcluir
  8. Reynaldo,
    mas aquele corrimão da foto do meio faz parte da pista? Não está em um local um pouco exposto demais?
    Mudando de pau pra cavaco, temos um projeto para uma praça em frente ao Supermercado Primavera. O projeto foi doado e encontra-se aqui no blog (use Praça Primavera, na pesquisa ao lado). Não ganhamos nadinha, apenas o prazer de fazê-lo. Lá existe a previsão de uma área para esportes radicais (confira no alto à direita). Mas não pensamos em nada tão radical e com riscos altos. Talvez uma pista mais simples, para iniciantes. Você toparia nos ajudar a projetá-la se um dia alguém resolver construí-la? Como você disse, só os praticantes mesmo para saberem como deve ser o uso.
    Abração.

    PS.: E mande uma abraço para Amanda!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu infelizmente não pratico mais o esporte, mas conheço quem ainda pratica e é levado a sério com patrocínios da cidade e tudo mais! Junto com eles posso ajudar sim! Sem problema algum! A questão é que naquele bairro, creio eu que seria mais interessante alguma coisa como um parquinho que havia no alto do mangabeiras perto da CEMIG e uma quadra de futebol com uma grade nas laterais.
    Quem pratica esportes como skate e patins, gosta de se locomover por este meio e num lugar afastado como aquele seria inviável a ida, ainda mais por aquela avenida perigosa que vejo acidentes diáriamente.

    ResponderExcluir
  10. Reynaldo,
    o objetivo principal ali é atender a população do bairro e região. Se não é bom ir lá pela Santa Juliana, imagina a turma de lá ir até a Lagoa da Boa Vista pela mesma rua!!!
    Campo de futebol já existe lá por perto. A ideia do skate ou patins está mais integrada ao projeto ecológico da praça. Perceba que preservamos todas as espécies nativas do cerrado que existem lá.
    Abraços.

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.