As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 10 de outubro de 2010

Lixão (em todos os sentidos)

Fico na dúvida sobre qual o maior problema registrado nessa imagem:

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR (particularmente eu não aconselho)

(1) A falta de educação de quem joga o lixo no local.
(2) A falta de ação de limpeza pública que deixa o lixo acumular (mesmo com taxa do lixo e tudo).
(3) A solução genial de colocar uma placa no local. (Parece que a placa tem "olho-vivo": vigia, filma, sai correndo atrás do infrator, pega, dá um esculacho e aplica a multa.)
(4) A grafia das frases pintadas no muro (o menos grave por parte de quem pintou e o mais grave por conta do abandono da educação mínima formal - dever do Estado).

Foto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Um comentário:

  1. Ramom

    O lixão em questão está na rua Independência, ao lado do cemitério velho (Santa Luzia). O local tem o apelido de "Lixão da Independência ou Morte". Antigamente, até ano passado, tinha uma caçamba que ficava constantemente cheia. Retiraram a caçamba tem pouco tempo. Na última chuva forte, janeiro deste ano, a caçamba foi arrastada pela enxurrada e ficou o meio da rua, depois não voltaram a colocá-la mais. O objetivo da caçamba era servir para colocar o lixo do cemitério, restos da jardinagem dos trabalhadores do cemitério, porém, os moradores do bairro passaram a usá-la também. Desde que sou menino existe este problema nesta área, agora agravado pela ausência da caçamba. O caminhão da coleta de lixo passa no bairro uma ou duas vezes por semana, salve o engano. Vou um pouco além com o problema: A enxurrada forte leva este lixo todo para as portas das casas. Passa pela rua Marciantão, Benedito Valadares e estaciona nas ruas Terezina e João Pinheiro, o lixo fica espalhado e costuma descer ainda pela rua Belo Horizonte, tudo agravou-se com a retirada da caçamba do local. Não é difícil ver as pessoas jogando lixo no local em plena luz do dia.
    Será quanto é o valor do contrato da prefeitura com a empresa que faz a coleta do lixo aqui em Sete Lagoas? Não dava para estender aprestação de serviço até ali e recolher o lixo entulhado? Afinal, o lixo já está junto e a maioria dentro de sacos plásticos.
    O que fazer para resolver?
    Tem só trinta anos que passamos por ali e vemos o lixo na rua. Com ou sem caçamba.

    Um abraço
    Paulinho do Boi

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.