As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Arborização Urbana, Planejamento e Podas.

Aconteceu ontem à noite no auditório Dr. Marcelo Vianna, no UNIFEMM, a abertura do Seminário de Arborização Urbana promovido pela SEMMA (Secretaria Municipal de Meio Ambiente). Os presentes tiveram a oportunidade de assistir duas palestras. A primeira abordou o Programa Especial de Manejo Integrado de Árvores e Redes - Premiar (CEMIG). A segunda, proferida por Pedro Mendes Castro, ex-presidente da  SBAU - Sociedade Brasileira de Arborização Urbana e atual presidente da regional sudeste da SBAU foi de grande clareza, amostrando muito bem a capacidade do palestrante.

Dr. Lairson Couto (Secretário de Meio Ambiente) e os palestrantes.

Apesar da velocidade das apresentações, inevitável pela complexidade do tema, dois slides em especial chamaram a minha atenção. Por trás dos slides, a sustentação do exposto por argumentos técnicos. Os tais slides tratam de uma modalidade de "poda radical" que remove o topo das árvores (destopa). A supressão de árvores pode ser uma alternativa bem mais viável, DESDE QUE ACOMPANHADA DO ESCLARECIMENTO TÉCNICO DA POPULAÇÃO. Observe os dois slides seguintes e a destopa executada ("com orgulho") em alguns exemplares de pau-ferro na Avenida Villa Lobos.



A questão da "poda" das árvores parece estar monopolizada pelas empresas de energia elétrica (entre elas a CEMIG). A gigantesca maioria dos argumentos dessas empresas refere-se tão somente a evitar a interrupção do fornecimento de energia elétrica e o "transtorno" provocado pelas árvores (e o prejuízo para os consumidores e para as empresas que são atualmente são multadas por interrupções prolongadas). Claro que a questão é importante, mas prefiro o discurso do Pedro Mendes Castro a respeito do PLANEJAMENTO em relação à arborização urbana. 
A verdade é que a arborização de Sete Lagoas e de 99% das outras cidades é caótica. As árvores são plantadas sem o mínimo critério técnico. Árvores nativas e exóticas são plantadas sem tipo algum de critério na maioria das vezes. Já passa da hora de elaborarmos um Plano de Arborização Urbana indicando espécimes que devem ser protegidos, espécies que devem ser suprimidas e proibidas nas calçadas (como Ficus benjamina e Ficus elastica) devendo ser substituídas por outras mais adequadas, espécies que devem ser substituídas após certa idade quando tornam-se propícias a quedas e planejamento de podas de desbaste, de condução, de remoção de parasitas. Tal ideia está em gestação na Secretaria de Meio Ambiente e fomos convidados para participar de sua elaboração. Importante também é a transparência na elaboração e implantação dessas ações, para evitar os "oportunistas de plantão" que só pensam em ganhar dinheiro vendendo mudas de péssima qualidade e plantando sem o menor critério. Já ocorreu em Sete Lagoas, certa vez, a plantação de milhares de mudas por empresas sem experiência na área... árvores foram plantadas ao lado de postes de iluminação, em calçadas estreitas... e por aí vai.

Texto e fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS.: Sobre podas mal feitas, basta consultar os primeiros posts desse blog: aqui e aqui.

2 comentários:

  1. estou a procura de um curso onde receba orientação técnica sobre poda estética de árvores e ferramentas adequadas,em especial o "FICUS".Se puderem me ajudar agradeço.

    borbaelizabeth@ig.com.br Mauro

    ResponderExcluir
  2. Mauro, tente com a SBAU (Sociedade Brasileira de Arborização Urbana): www.sbau.com.br ou com o Centro Paisagístico: www.centropaisagistico.com.br

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.