As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Onde tem fumaça... tem descaso...

Em Sete Lagoas existe uma lenda bem antiga. Dizem que algumas siderúrgicas se aproveitam da madrugada, do crepúsculo ou da noite para lançarem ao ar toda sorte (ou azar) de fumaças, resíduos e sei-lá-mais-o-quê que não podem obviamente liberar durante o dia. Francamente, nem sei se isso é possível (guardar sujeira para soltar na hora mais conveniente). O problema é que às vezes somos surpreendidos por fatos desse tipo acontecendo em horas insólitas.
A foto abaixo (com devida data e horário registrados) mostra o restante de uma imensa nuvem negra liberada antes das 6 horas da manhã de um domingo. Isso mesmo! Horário e dia no mínimo estranhos para alguém estar fazendo fogueira ou queimando pneus próximo a siderúrgicas, né? Aliás, bem próximo, pois conferi no Google Earth e bem... batata!


Mas as fumaças também aparecem durante o dia claro, como mostram as outras fotos apontadas da janela bem à minha frente (onde digito agora). Realmente tenho uma vista privilegiada, mas preferia não ter que acompanhar essas descargas de poluentes. Tenho mais fotos, mas também acho que não precisa exagerar. Acho que essas são suficientes.


Aproveito para perguntar aos amigos que se dão ao trabalho de ler esse blog, como estão as análises da poluição atmosférica na cidade? As leituras estão sendo feitas? Agora podem ser divulgadas?
Para quem não sabe (acho que 99,99% da população) a cidade uma vez ganhou alguns equipamentos de medição de poluição atmosférica (principalmente particulados). Os equipamentos foram doados, digamos, por um grupo relacionado a empresas que trabalham com derivados da hematita. O interessante é que o acordo para o recebimento dos equipamentos previa que os equipamentos poderiam medir a poluição, mas os dados não poderiam ser revelados. Só o Barrichello assinaria um contrato assim... bom, dizem que o Massa também assinou um igual. Fantástico isso! Claro que os dados não ficam mofando no fundo das gavetas e, mais dia menos dia, alguém tem acesso a eles. Em uma reunião do antigo Codema (antigo mesmo, não é o atual) esses dados vazaram. Registravam 4 dias por ano em que as medições estavam bem acima do permitido. Como eram feitas medições a cada 6 dias, isso significa na verdade que durante 24 dias por ano (quase um mês), todos esses dias durante o inverno, a população estava sujeita a conviver com esses poluentes. Depois ninguém sabe dizer porque os problemas respiratórios se agravam tanto nesse período aqui na cidade e a culpa sobra para a umidade baixa do ar e a inversão térmica. Sei... mas aí tem fumaça.
Gostaria muito de ler os comentários da SEMMA, do CODEMA, do Dr. Ernane, da FEAM e até das siderúrgicas esclarecendo se esse tal "lançamento noturno" é possível.
Abraços a todos...

Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.