As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sábado, 10 de julho de 2010

Desperdício e transtorno.

Ontem, mais uma vez, um rio se formou em minha rua. Mas dessa vez não era um rio de esgoto. Desta feita era um tradicional córrego que aparece toda manhã.
A origem desse é, obviamente, diferente da do Rio de Esgoto. Enquanto um tem como patrono o poder público, incapaz de resolver os problemas da rede de esgoto e de águas pluviais, o outro tem como origem o descaso de alguns cidadãos.
O tal córrego nasce em algumas endereços da Avenida Villa Lobos e da Rua Leopoldina. O hábito de lavar calçadas com doses estapafúrdias de água, mesmo percebendo o transtorno que isso provoca, é a causa do problema. Essas mesmas pessoas, em algum momento, devem criticar a poluição do planeta, o aquecimento global e bla bla bla. Mas no íntimo, fazem das suas. Será que vamos ter que divulgar os endereços?
Essa tal hipocrisia, aliás, é um dos maiores males que transtornam o planeta: sabem o que é certo, sabem o que é necessário... mas fazem o avesso de tudo.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Um comentário:

  1. Olá Ramon, lindo e útil seu Blog.
    Estou imprecionada com os assuntos abordados, muito interessantes.Voltarei por aqui sempre que puder e espero ve-lo por lá novamente. Abordou um assunto muito grave em S. L.,não é só na sua rua, próximo a Academia Corpus é constante a agua a correr pela rua...
    Parabens pelo blog.
    Um abraço, Circele

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.