As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 3 de julho de 2011

O lixo e a humanidade: múltiplas leituras.

Eu estava fazendo uma caminhada matinal na orla da Lagoa Paulino e vi aqueles "restos da farra". Isso sempre me entristece muito, pois vejo que a conversa de "responsabilidade ambiental" e "cuidados com o planeta" absolutamente não chegou nem perto de atingir de verdade todas as pessoas. Lixo no chão, lixo na lagoa... uma lástima. (Foto ao lado)


Contudo, isso era apenas o começo. Tomei um susto quando cheguei na praça Dom Carmelo Motta. Nunca a tinha visto daquele jeito. E, ontem à noite, passeando com a família por lá e saboreando um yakisoba na Comida Oriental, não pude deixar de elogiar as barracas de artesanato e comidas. Certamente um bom passeio para o turista que estivesse nos visitando. Um programa bem legal, do tipo que se gosta de ver e participar. Mas agora o cenário era outro. Não era a "Praça da Feirinha", era uma praça de guerra. Lixo por todo lado.

Parei para conversar com alguns funcionários da limpeza pública. Disseram que era sempre daquele jeito, um caos. E então veio o tapa na cara, algo que eu não havia percebido. Não eram apenas copos, pratinhos e guardanapos espalhados aleatoriamente por todos os lados. A grande maioria do lixo estava antes dentro de sacos de lixo ou mesmo nas lixeiras. Durante a madrugada, procurando o quê comer, algumas pessoas rasgaram os sacos e espalharam o lixo pelo local. Confesso, doeu!

Tem conhecimento que dói. Doeu saber que está ali, muito perto de nós a miséria humana. Mas doeu, principalmente, saber que a Assistência Social poderia fazer um trabalho ali pelas madrugadas. Será que faz? Por favor, digam que sim. Digam que visitam o local e encaminham as pessoas para abrigos. Digam que fornecem alimento, água, cobertores, produtos de higiene.
Amigos, fiquei muito triste. E ainda estou. Sei que muitos vão dizer que é puro vandalismo, que é questão de polícia e tal. Claro que as garrafas na lagoa, em frente aos botecosdaorla são isso mesmo. Mas aqui na praça a situação é outra. Vejam as fotos abaixo e tentem permanecer impassíveis. Não terá como. Cliquem nelas para ampliar, mas já vou avisando, as imagens ficarão na memória por mais tempo do que vocês gostariam.









Fotos e texto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

8 comentários:

  1. Muito trabalho a ser feito...
    Triste isto!!!
    Alê

    ResponderExcluir
  2. Oba!!!!Consegui postar!!!!!!!!!!!!!!rsrsrs...

    ResponderExcluir
  3. Põe dureza nisto!!!
    O trabalho urgente neste caso, é aquele que poucos veem...
    O Social!!!

    Muito triste!!!

    ResponderExcluir
  4. Alessandra, o que me assusta é pensar que a Secretaria de Meio Ambiente e a ViaSolo, sabendo do problema (é só perguntar para os garis), não tenha comunicado com a Assistência Social. Sinceramente espero que todos saibam do problema e que estejam atuando para minimizá-lo...

    ResponderExcluir
  5. Torço para isto também...
    Não quero fechar meus olhos para esta imagem...
    Quero salvá-la em meus arquivos...
    Se lembra da Tese de de um psicólogo na USP?
    Em sua tese de mestrado, conseguiu comprovar a existência da "invisibilidade pública".

    ResponderExcluir
  6. "O bicho não era um cão, não era um gato, não era um rato. O bicho, meu Deus, era um homem" -

    ResponderExcluir
  7. Realmente lamentável ver estas imagens, nas ações são necessárias a PMSL/ViaSolo poderiam coletar estes resíduos logo após o encerramento das atividades da feirinha e quanto as pessoas que procuram comida a Secretária de Assist. Social está sendo reformulada de acordo com as diretrizes do SUAS (Sistema Único de Assist. Social) e em breve veremos ações mais efetivas desta secretária.

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.