As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 30 de dezembro de 2012

CONTRADIÇÕES: ENEM, PISA E EDUCAÇÃO

No manual criado pelo INEP/MEC para que os candidatos entendam sua nota, consta o item abaixo (já comentado AQUI). O texto informa que países participantes do PISA (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) - onde o Brasil ocupa posição medíocre - utilizam-se da TRI. Bom, o texto não fala que o PISA usa o TRI e nem fala como os demais países usam a TRI. No nosso caso, estamos  usando a TRI para decidir o destino de 6 milhões de inscritos no ENEM (e eles nem têm como calcular suas notas para verificar se há algum erro: conceito de "MEC INFALÍVEL").


Pois bem, segue um exemplo de questão de Matemática do PISA (claro que existem questões mais fáceis do que a que escolhi, mas escolhi para mostrar que a maioria dos nossos alunos não está preparada para resolver esse tipo de questão ABERTA e DISSERTATIVA, ou seja, não basta usar fórmulas e fazer contas):

Descreva um método para estimar o perímetro da figura C.

Por falar em PISA, leia a notícia abaixo:


Agora compare-a com a tabela e o gráfico abaixo que mostram que, em geral, a maior proficiência dos alunos brasileiros no ENEM está justamente na matemática (!!!). Muitos se espantam ao saber que na prova que acertaram menos questões ficaram com a maior nota (é só perguntar aos candidatos ou procurar esse tipo de declaração nas redes sociais).


Dois aspectos a considerar: (1) O INEP/MEC sempre deu a entender que o uso da TRI permitiria manter um padrão de comparação entre as provas, ano a ano. Não é o que parece, uma vez que podemos observar variações de mais de 10% entre os valores comparados nos períodos. (2) Se as maior proficiência está em Matemática e lá no PISA a Matemática está nos puxando para o fundo do poço, algo está muito errado. Será o PISA?

O gráfico abaixo (disponível AQUI - artigo muito recomendado para quem deseja entender como é a prova do PISA e seus dados) mostra nossa situação na Matemática do PISA:

E nas outras não estamos muito melhores não...

Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS1.: Convém lembrar que a maioria das questões de múltipla escolha do PISA são de 4 alternativas curtas e não 5 gigantes como quase sempre ocorre no ENEM (especialmente nas provas de Linguagem/Códigos e Ciências Humanas). Novamente consulte AQUI para exemplos.

PS2.: Por falar em PISA, o MEC disponibiliza as provas antigas do PISA em Língua Portuguesa em algum link? Achei-as em outras línguas, para outros países (até para servir de orientação aos alunos e professores), mas não achei as provas completas em português. Não seria essa uma causa do nosso péssimo desempenho? Sem se preparar os alunos, não há como colher bons frutos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.