As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

O chichá ameaçado!!!

Acessem os links abaixo para entenderem o problema. Mais uma árvore ameaçada porque suas folhas entopem calhas. Só que agora é uma espécie ameaçada de extinção e um exemplar magnífico...


SOU DA ESPÉCIE Sterculia chicha, MORO HÁ 40 ANOS NO JARDIM DE UMA RESIDÊNCIA NO BAIRRO JARDIM EUROPA, EM PIRACICABA. O VIZINHO ENTROU COM UM PROCESSO JUDICIAL, PORQUE MINHAS FOLHAS CAEM UMA VEZ POR ANO E ENTOPEM AS CALHAS DE SUA RESIDÊNCIA, O QUE PODERIA FACILMENTE SER RESOLVIDO COM UMA SIMPLES LIMPEZA. E PASMEM! UM JUIZ DE PIRACICABA ORDENOU QUE OS MEUS PROPRIETÁRIOS ME CORTASSEM NO PRAZO DE TRINTA DIAS.
TENHO UMA IRMÃ, NO LARGO DO AROUCHE EM SÃO PAULO COM MAIS DE 200 ANOS E HÁ UMA ASSOCIAÇÃO QUE A PROTEGE DE ALGUNS SERES HUMANOS. POR FAVOR, CURTA OU COMPARTILHA PARA QUE O RECURSO QUE SERÁ JULGADO EM SÃO PAULO SEJA FAVORÁVEL E ME DÊ A CHANCE DE VIVER, POIS SOU MUITO SAUDÁVEL, FORTE, ABRIGO DIVERSAS ESPÉCIES DE PÁSSAROS E OS ALIMENTO COM MEUS FRUTOS, FORNEÇO SOMBRA, PURIFICO O AR E NÃO INTERFIRO NO ENCANAMENTO E NA REDE ELÉTRICA DE ONDE MORO.
PRECISO DE VOCÊS PARA CONTINUAR VIVENDO!!!! MUITO OBRIGADA!

''A natureza nunca nos engana; somos sempre nós que nos enganamos.'' 
Jean-Jacques Rousseau.



Vídeo em: 


Informações do site http://www.wikiaves.com:


Periquito-de-encontro-amarelo (Brotogeris chiriri) alimentando-se de fruto do chichá. Foto: Ricardo Leite
Fonte: www.wikiaves.com
Ajude assinando a petição pública em: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2013N43123


E no jornal: FOLHA DE PIRACICABA

Por um erro da identificação da espécie, na opinião deste blog, a tal decisão judicial é inválida. Afinal de contas o juiz não tinha as informações corretas e que a tal árvore é ameaçada de extinção no Estado de São Paulo.



PS.: Outro chichá
Este fica no Campus da UFMG, próximo a reitoria. Nem de longe é tão majestoso como o de Piracicaba. A foto das raízes tabulares é de minha autoria (e observa-se um fruto no chão próximo a elas). A outra é extraída do Google Earth (clique nas imagens para ampliar):



A foto inferior foi tirada já tem um bom tempo, uns 15 anos pelo menos.




3 comentários:

  1. Ramon, pelas informações do pessoal da ESALQ, na verdade essa árvore é de outra espécie, Sterculia curiosa. De acordo com as infos dadas pelo Marcelo Pinho essa árvore não é mais encontrada na natureza(no Estado de SP) desde 1855.
    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabrina, já acrescentado na postagem, na última matéria do jornal.

      Excluir
  2. Ramon, muito obrigado por postar no seu blog as notícias sobre a árvore. Nós insistimos em dizer que ela não é nossa, apesar de estar em nosso jardim, mas de todos aqueles que lutam por sua preservação! Abraços

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.