As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 6 de outubro de 2013

Iguais ou desiguais? Dois pesos e duas medidas?

Uma preocupação ronda nossa cidade e provavelmente muitas outras país afora. As APAEs vão fechar as portas? Aqueles que necessitam tanto da atenção e do carinho das APAEs, que merecem um tratamento todo especial, por serem também especiais, vão ser lançados dentro das escolas comuns? Que insensatez ou, no mínimo, falta de critério é esse?
Não faz muito tempo que o Supremo Tribunal Federal se debruçou sobre a questão das cotas raciais e para estudantes de escolas públicas nos processos seletivos das universidades públicas. O argumento máximo é que "para manter a igualdade de direitos e oportunidades, pessoas diferentes têm que ser tratadas com critérios diferentes". Isso implicou em considerar que tais "portadores de necessidades especiais" tivessem direito a um bônus de 50% em suas notas nos exames seletivos, incluindo aí o ENEM e os vestibulares para instituições públicas que ainda permanecem.
Agora, sai a ideia de tratar como iguais aqueles que mais do que merecidamente merecem atenção especial.
Eu estou ficando louco ou as regras parecem estar sendo elaboradas por um corpo social totalmente desregulado, descontrolado, impreciso e injusto?
Sei não... 
Ramon Lamar de Oliveira Junior

PS1.: Informações sobre a questão em http://setedias.com.br/caderno-noticias/7438-prefeitura-apoia-grande-ato-publico-em-favor-das-apaes

PS2.: Leia sobre o argumento das cotas nas universidades:


Acesse a matéria acima na íntegra em: http://www1.folha.uol.com.br/saber/1081202-supremo-retoma-hoje-julgamento-das-cotas-em-universidades.shtml

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.