As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

terça-feira, 22 de junho de 2010

O IMMAC e a criação do Parque Lagoa da Chácara.

Saudações aos amigos do IMMAC (Instituto Municipal de Meio Ambiente e Cultura) em sua luta pela criação do Parque Municipal da Lagoa da Chácara. Luta difícil, renhida, daquelas que só são definidas após muitas batalhas.

Em seu blog, o IMMAC cita o exemplo de outras cidades [Parque Municipal criado em Betim/MG será custeado com recursos de multa ambiental] e fica o questionamento sobre os motivos pelos quais o exemplo não é seguido em nossa cidade. Mesmo com o apoio do Ministério Público [Doutor Ernane, receba sempre meus sinceros cumprimentos e reverências] parece faltar algo em Sete Lagoas. Nossa cidade não segue bons exemplos, apenas copia coisas às vezes monstruosas.
É o caso do Boulevard sobre o Córrego do Diogo. Nunca vi nada mais ridículo do que aquilo. Centenas de milhares de reais (dizem) foram gastos naquela aberração. Naquele local morreu um ex-aluno meu, num carro tragado pelas águas. O que todos queríamos desde muito antes do fatídico acidente era a construção das muretas no córrego. Ninguém pediu uma aberração daquelas que não serve para nada. Adoraria ver os que projetaram, elaboraram, aprovaram e construíram a obra marchando por cima da mesma num desfile de Sete de Setembro. O medo do desmoronamento em suas faces seria uma imagem surreal. Enquanto isso, enormes trechos do córrego continuam sem as muretas, esperando mais um carro ser tragado, e agora pior, para baixo do Boulevard.
Estamos vivendo a época da arte de cobrir córregos (Boqueirão e Diogo) em vez de recuperá-los. Cubram todos os córregos! Matem de vez a Lagoa da Chácara! Aproveitem e cubram também a Paulino, a Boa Vista, a Catarina... menos a José Félix (a nossa lagoa que não é pública). Depois vamos morrer juntos na falta de umidade no ar.
Então, respondo aos amigos do IMMAC: não falta nada para fazer o Parque Municipal da Lagoa da Chácara. O que acontece é que está sobrando ganância no homem. É a famosa expressão da Lei de Gérson ("Gosto de levar vantagem em tudo, certo?").
Que bom seria se o homem pudesse viver mil anos, assim seria obrigado a pensar no futuro e na consequência de suas ações.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

2 comentários:

  1. Ramon, meu colega.

    O que esperar de uma cidade que é, atualmente, a maior lançadora de dejetos não tratados no Velhas. E mais. Está entre os 20 maiores municípios brasileiros poluidores do ar.

    Parabéns pela página!

    Visite o Verde Vida e junte-se ao grupo.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Ramon , parabens pelo teu blog!
    precisamos muito de pessoas de atitudes, como vc , na luta pela defesa do meio ambiente !!
    Tens razao quando fala da ganancia do homem.Primeiro vem o dinheiro , depois vem o dinheiro ...e bem depois,la pra tras vem a preocupação com o planeta , com os outros seres vivos...o dinheiro manda mais!Definitivamente e infelizmente A NATUREZA nao é prioridade...

    Nao consigo entender a atitude dos nossos politicos,nossos governantes em desprezar o meio ambiente.. a importancia de uma arvore , um animal , uma planta ..
    Esta nossa cidade entao ...sempre foi movida pelo descaso... Quando se viu um projeto bem feito, algo ligado a conservação , preservação de nosso meio ambiente aqui? nunca ví!!
    Ainda assim e mais do que nunca temos que juntar forças e lutar!!
    Ainda acredito que possamos ter o PARQUE NATURAL LAGOA DA CHACARA! Mesmo com os ventos fortes somprando contra!!(leia-se :interesses economicos)

    saudações ecologicas

    Marcelo França

    em tempo : a turma da motoserra esta conseguindo no congresso legalizar a devastação na Amazonia !!Aldo Rebelo e sua turma estao fazendo um desfavor ao Brasil !! um retrocesso, um verdadeiro desastre!! O Greenpeace defende que o Código não pode ser destroçado por um grupo de deputados em fim de mandato, que parecem ter medo de levar o assunto para o debate eleitoral. Não deixe de divulgar para seus amigos as ameças que as florestas brasileiras estão sofrendo dentro do Congresso e siga acompanhando os desdobramentos da campanha em defesa das florestas brasileiras no site e nas redes sociais.

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.