As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sábado, 26 de junho de 2010

Lagoa da Boa Vista: mirantes, poluição e eutrofização.

O Jornal Sete Dias publicou matéria sobre a situação dos mirantes da Lagoa da Boa Vista. Como a matéria on line não traz fotos, resolvi colocar duas aqui. E também uma outra mostrando a poluição e eutrofização da lagoa.



Fotos: Ramon Lamar de Oliveira Junior

5 comentários:

  1. Olá Ramon

    Primeiro, parabéns pelo blog. É muito legal poder contar com mais este espaço de leitura. Pretendo acompanhar sempre...

    Vamos ao comentário.

    A indignação, ao ver as fotos, é latente. Nada se compara com a visita ao local. Aliás que o cuidado com nossas lagoas está nivelado pela falta de zelo e falta de compromisso do poder público, nesta gestão e ao longo das gestões passadas. Não se acha nem lixeiras nos passeios. Fico pensando, ao ver e visitar nossos patrimônios ambientais e culturais(o pouco que nos resta),como seria o parque municipal Lagoa da Chácara gerido pelo poder público... Não vamos nos iludir, as fotos acima nos mostram muito mais do que um desleixo, vão além, elas nos servem de alerta para coisas mais sérias em relação a má vontade de nossos representantes políticos no que tange ao meio ambiente e cultura e ou a falta de uma política ambientalista e cultural para nosso município. Estou me aderindo agora ao movimento Lagoa da Chácara, a causa é nombre e as pessoas envolvidas, ao meu ver, são de confiança. Descobri, em poucas reuniões com as pessoas do IMMAC, que a questão ambiental é muito mais grave. Vamos e podemos mudar esta questão. A mobilização popular é uma ferramenta, e eu acredito, que deve ser usada tanto para consciência coletiva, como para pressionar os homens que se dizem líderes políticos. Digo assim porque não os considero líderes e sim aproveitadores da miséria alheia, que é amparada por um assistencialismo barato para eles e muito caro para todos nós. As fotos deixam isso claro.
    A passeata em favor do parque Lagoa da Chácara vai ser remarcada e todos terão oportunidade de participar.
    PODEMOS E DEVEMOS MUDAR O PENSAMENTO COLETIVO EM FAVOR DE UMA MELHOR QUALIDADE DE VIDA.

    Até a passeata.

    Obrigado pelo espaço e pela oportunidade. Como sempre...

    ResponderExcluir
  2. Abraço, Paulo. Venha sempre aqui... e traga o Boi!!!

    Em tempo: vejam o mirante que ilustra a matéria seguinte... QUE BELEZA!!!

    http://www.setelagoas.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=6490:sete-lagoas-vai-ganhar-programa-integrado-de-gestao-e-arborizacao-para-o-municipio&catid=10:slide&Itemid=102

    ResponderExcluir
  3. Olá Ramon,

    Sete Lagoas estava precisando de espaços destinados a pensar e a discutir as questões ambientais.

    Atualmente os espaços existentes não correspondem a seus objetivos de criação, frustrando àqueles que buscam um debate pautado na seriedade e no compromisso com qualidade vida da população.

    A necessidade de políticas públicas voltadas para a valorização dos patrimônios ambientais, turísticos, culturais e históricos do município cada vez mais se torna clara.(como exemplo a nossa Lagoa da Boa Vista)

    Tenho a nítida impressão que estamos no limite, quando não é mais possível esperar do poder público um protagonismo frente a busca de soluções pelas demandas ambientais da cidade. É preciso impulsionar a ação.... ao menos apresentar demandas e buscar soluções.

    Abrindo os semanários locais percebe-se uma ampla movimentação econômica em torno da chegada de novos grupos econômicos, notícias dão conta de que os postos de emprego crescem, apontam um aumento de renda... contudo em nenhum destes noticiários há respostas à questões antigas da cidade, que somente tendem a se agravar com o crescimento populacional, que certamente acompanha este alardeado crescimento econômico.

    Isto me preocupa! Preocupa por que...

    Nada se fala sobre o tratamento do esgoto, sobre a construção da estação de tratamento de esgoto, para tratar nossos dejetos, que a cada dia aumentam e cada vez mais maltratam e destroem o Ribeirão Jequitibá. Não contribuímos para a Meta 2010, agora vamos para 2014.

    A saúde pública continua com suas carências, que já estamparam nossos jornais, e pior, tendem a se agravar pois onde serão atendidas as inúmeras pessoas que todos os dias chegam a Sete Lagoas em busca de emprego... novas oportunidades...

    (continua no próxímo comentário, exagerei no texto).
    Abraço
    Alessandra Lisboa

    ResponderExcluir
  4. e o comentário continua...


    Sete Lagoas, o “eldorado do centro-norte” já está noticiado.... agora é preciso acolher àqueles que por aqui querem se instalar.... ou será que vão indicar-lhes o caminho de volta??

    A criminalidade aumentando... e o que está sendo feito para preparar a cidade para receber este "boom' de crescimento? Qual o lazer que está sendo pensado para acomodar a demanda já existente, e ainda a que se delineia no futuro bem próximo?

    Nossas escolas estão preparadas... têm estrutura suficiente???? O que está sendo feito, qual o planejamento municipal?

    Nosso trânsito, sobre este é possível falar com propriedade, pois seja buscando as crianças na escola ou procurando uma vaga para estacionar no trabalho... identifica-se claramente uma forte necessidade de intervenção pública, não dá mais para contar somente com a boa vontade dos cidadão... é preciso regular, normatizar, fiscalizar.....

    A especulação imobiliária já dita os valores absurdos dos imóveis urbanos no mercado, o crescimento da demanda por si, acredito que não explica esta elevação nos preços, pois a oferta também é ampla. Talvez esteja errada, mas o que dizer da falta de imóveis destinados a habitação de baixa renda? Quais as diretrizes de atendimento a esta população adotadas para conter a especulação e garantir o acesso às moradias? Qual o planejamento? Não se pode alegar que não existem imóveis, terrenos, glebas... nos nossos 537 km2 de território.

    Isso me preocupa, porque é partir de situações de escassez de moradias, de falta de acomodações que atendam as demandas daqueles que buscam um local para morar, é que surgem as favelizações, as habitações precárias, em sua maioria em áreas de preservação permanente, ao longo de leito de córregos, topos de morro, encostas...

    Preocupam-me os impactos deste crescimento econômico na nossa antiga Sete Lagoas, digo antiga porque percebo um futuro novo, com desafios da modernidade, numa cidade antiga, em que não se pensa em desenvolvimento.... em condições de sustentabilidade, mas apenas em crescimento da indústria, dos serviços e temo por esquecerem que uma cidade sustentável pensa, planeja seu futuro e age: transito, infra-estrutura, saúde, segurança pública, educação, lazer, .... conjuntamente, coordenadamente.
    Por tudo isso pergunto: diante deste quadro como ficará nosso meio ambiente em Sete Lagoas se políticas públicas não forem desenhadas e implementadas para conduzir o futuro, para direcionar o crescimento de modo a alcançar o nosso desenvolvimento?

    Estarei sempre por aqui, lendo e comentando suas matérias. Este espaço é muito importante.

    Ah, como o Paulinho do Boi, também estou na luta pela criação de um parque público em nosso município, pois acredito que podemos conjugar crescimento, preservação ambiental, lazer e atividades culturais e educativas. Pela criação do Parque Natural Municipal da Lagoa da Chácara!!!! Sei que você está conosco.

    Abraço.
    Alessandra Lisboa

    ResponderExcluir
  5. A tal Meta 2010 foi para o vinagre aqui em Sete Lagoas. Tratamos apenas 8% do esgoto... o resto vai para o Rio das Velhas. Vexame! Lembro daquela discussão SAAE x COPASA onde garantiu-se que o SAAE seria capaz de atender a meta proposta. Ô ilusão!!!

    ResponderExcluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.