As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 2 de outubro de 2015

Água (?) em Marte no estado líquido.

A NASA estabeleceu mesmo um novo modo de agir, nada científico. Marca datas para a apresentação de resultados de trabalhos criando um certo sensacionalismo que não pode existir na ciência (clique AQUI para outro exemplo). Assim se deu na última segunda-feira. Uma coletiva de imprensa para anunciar o encontro de "córregos intermitentes" de solução salina hiperconcentrada em alguns pontos de Marte, durante o verão marciano, traduzido como "MARTE TEM ÁGUA LÍQUIDA".

Sonda Mars Reconnaissance Orbiter, responsável pela captura das imagens que permitiram a análise espectral e descoberta dos "rios de salmoura" em Marte.
Pelo que entendi, os veios começam a jorrar quando a temperatura sobe para -23 graus Celsius. O soluto preponderante nessa solução seria o perclorato de magnésio. Fiz uns cálculos com base nesses dados e conclui que tal solução salina está longe de ser uma simples salmoura. A concentração de perclorato de magnésio seria próxima de 1000 gramas do sal dissolvidos em um litro de água. Os dados são compatíveis com soluções saturadas do tal soluto, mas essa concentração é muito alta. Clorato de magnésio e perclorato de sódio parecem estar presentes também.

Imagem divulgada pela Nasa onde é possível ver as listras estreitas e escuras, onde os cientistas acreditam que os córregos de salmoura fluem durante o verão marciano.
A DL50 (dose necessária para matar 50% dos indivíduos em um ensaio) do perclorato de magnésio para camundongos é de 75 miligramas por animal (1.500 mg / kg). Isso só já é um indicativo que não é o melhor ambiente para se encontrar vida. Realmente, sempre nos preocupamos com a questão da água líquida como um bom indicador para a vida, mas numa concentração tão grande, considerando osmose e outros fatores, acho complicado ficar muito exultante no sentido de que tal descoberta seja um indicativo da presença de vida no local.
No entanto, cloratos e percloratos podem ser úteis se um dia precisarmos de fazer algum tipo de explosivo ou componente para propulsão de foguetes em Marte.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

----------------------------------------------------------------------------------------------------------

Nosso amigo Nuno Cunha relata uma grande importância da descoberta no sentido da exploração do planeta Marte. Realmente, a presença de água (seja como for) no planeta tem uma importância muito grande para possíveis missões tripuladas ao planeta vermelho. Levar água até lá é complicado, mas é bem possível purificar essa água para nossa utilização.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.