As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 19 de março de 2017

PROFESSORES, AGUENTEM FIRMES!

Recebi o texto do amigo e professor Maurício Ferreira. Fiz algumas alterações com base na minha experiência como professor. Se era uma corrente ou não, tanto faz, vejo muitas verdades.
   Somos professores e recebemos palpites e julgamentos de todo mundo. Do ministro da educação, do jornalista, do pai do aluno, das famílias. Aquela piadinha que eu tenho regalias, duas férias por ano, que eu ganho bem, que eu não deveria me aposentar... e a sensação é a de que estamos sós.
   Queria mandar um "AGUENTE FIRME" para os PROFESSORES DE VERDADE.
Para você que dá aula em duas ou três escolas (ou mais) e almoça no caminho, que não consegue jantar e engole um salgado na cantina enquanto tira dúvida de aluno, fica acordado na madrugada montando powerpoint ou outros materiais, faz as cópias na sua impressora, compra o material da aula com grana do bolso, passa do horário pra ajudar no evento, inventa evento para ajudar a escola a educar ainda melhor seus alunos. Passa o final de semana corrigindo, leva as atividades na viagem do feriado prolongado (quando dá para viajar), leva um lanchinho a mais na excursão, para o aluno que não tem condições, leva absorvente em excursão porque sempre ocorre uma emergência, compra livros pra turma, vai trabalhar doente porque não quer deixar os alunos na mão aquele dia, só falta quando o médico te obriga...
    Você que vê o aluno se perdendo na vida e tenta evitar que o pior aconteça (e dá-lhe conversa sobre álcool, drogas, violência, comportamento em sociedade), fala duro com o aluno para ver se o mesmo acorda e muda de caminho, briga com a família até levarem o pequeno no médico, deixa seus problemas em casa, porque sabe que na escola tem problemas muito maiores acontecendo de forma visível ou de forma camuflada, já foi agredido verbalmente por alunos e familiares, xingado enquanto dá aula, não é respeitado enquanto dá aula e nas redes sociais (onde você tenta e tenta ajudar também com seu conhecimento e experiência). Você que é compromissado com o processo de aprendizagem, mesmo que seus alunos não sejam, que prefere demitir-se de uma escola a seguir diretrizes erradas de quem acha que ajudar o aluno é dar 20 pontos para ele passar de ano, que vê mais seus alunos que sua família, que às vezes é criticado até por colegas de profissão que não têm o mesmo comprometimento mas "se acham"... e mesmo passando por tudo isso não desiste! "AGUENTE FIRME"!
   Esse país talvez não mereça tanto esforço, mas precisa MUITO de você. Você, com certeza, tem uma legião de alunos verdadeiramente agradecidos, que sabem disso tudo e o incluem em suas orações.
    Professores, apropriem-se do seu saber!
   Se você é professor e tem orgulho de ser, copie e cole no seu mural. E você que não exerce esta profissão mas quer nos dar um incentivo, apoio e encorajamento também pode fazê-lo. 
PS.: O texto original não é meu. Fiz várias modificações. Repudio qualquer uso político do texto original ou das minhas adaptações. Os problemas profissionais que enfrentamos não são de agora ou de 30 anos atrás... são de sempre. Governo, sindicatos, partidos políticos e até mesmo alguns colegas têm culpa pelo que aconteceu ou pelo que acontece. Não devemos perder a noção que estamos lutando pelos nossos direitos e pelos direitos dos nossos alunos a um ensino de qualidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.