As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sábado, 1 de abril de 2017

Cidadão cai em buraco e desaparece por horas

Do nosso correspondente em Sete Lagoas, MG.

   Um fato insólito, inusitado e surpreendente ocorreu neste sábado, dia primeiro de Abril, em Sete Lagoas, município do Estado de Minas Gerais. 
    L.M.D.M, conhecido frentista e morador da cidade, saiu para trabalhar e não chegou em seu local de trabalho, o posto de gasolina "Cartel de Medellin". O patrão, preocupado com a ausência do funcionário sempre tão pontual, ligou para o celular do mesmo e deu "fora de área"; ligou para a casa do seu empregado e foi informado que o mesmo já havia saído, a pé, em direção ao local de trabalho, distância normalmente percorrida em 10 minutos e 12 segundos.

Resultado de imagem para buraco na rua sete lagoas
Filhotes do buraco onde L.M.D.M caiu já se espalham pelas ruas do município que teme uma epidemia.
   Preocupados, familiares e amigos começaram a procurar L.M.D.M e o encontraram no fundo de um buraco da Rua Arara Azul. O resgate foi complicado, uma vez que o cidadão estava a uma profundidade de 437 metros. O Corpo de Bombeiros foi acionado e, depois de quase cinco horas, o frentista conseguiu retornar à superfície, felizmente sem nenhum arranhão.
   Conseguimos entrevistá-lo com exclusividade e o mesmo disse que estava tranquilo lá embaixo pois o ambiente era espaçoso e havia um restaurante japonês com um sushi com cream cheese muito bom. Quanto ao fato de não ter sofrido machucados o mesmo esclareceu que estava com seu paraquedas e acionou-o durante a queda, pousando suavemente no fundo do referido buraco.
   L.M.D.M não é o primeiro a sofrer esse tipo de acidente. No mês passado, um bitrem que transportava milho de pipoca foi engolido por um pequeno orifício da Avenida Perimetral, na mesma cidade e ainda não foi retirado. O milho de pipoca não foi saqueado devido à profundidade do local. O motorista, segundo informações, ainda encontra-se no fundo do orifício mas já reclamou que não aguenta mais comer pipoca e pede ao menos que mandem mais temperos para conseguir sobreviver até chegar o resgate da empresa.
     Tanto o Corpo de Bombeiros quanto o Grupo de Pesquisas Espeleológicas emitiram um alerta para que as pessoas tenham mais cuidado ao andar pelas ruas. Segundo as entidades os buracos estão em época de reprodução e piracema e já ameaçam, em caso de chuvas, transformar as sete lagoas em uma lagoa só.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.