As opiniões emitidas neste blog, salvo aquelas que correspondem a citações, são de responsabilidade do autor do blog, em nada refletindo a opinião de instituições a que o autor do blog eventualmente pertença. Nossos links são verificados permanentemente e são considerados isentos de vírus. As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

"Boulevard" da rodoviária de Sete Lagoas: resistirá até quando?

Eu digo desde quando aquele "Boulevard" da Rodoviária foi feito que aquilo é uma porcaria. Não houve dimensionamento algum ou nenhum estudo sobre o crescente volume de água das chuvas e do escoamento superficial. Não demora muito para aquela "obra" se destroçar numa chuva mais forte, levantada e arrancada pela força das águas. 
Em vez de fazerem uma mureta de contenção em todo o córrego, fizeram aquela porcaria pré-moldada! Nem pensem em atravessar por cima daquela lajota durante uma chuva forte! Essa passou perto! Confiram o vídeo com o nível do córrego nas últimas chuvas!

video
Trecho do vídeo feito por JM Idiomas - Sete Lagoas

Para quem não conhece a história, uma cheia violenta do Córrego do Diogo ocorreu na sexta-feira, dia 03 de março de 2006. Dois veículos foram arrastados para dentro do córrego, vitimando fatalmente três pessoas. Entre elas, meu ex-aluno Jomar Sales do Carmo. Na época, era prefeito o Ronaldo Canabrava. No ano seguinte foi construído e inaugurado pelo prefeito Leone Maciel o "boulevard" que levou o nome do Jomar. Pelo que me lembro a obra custou R$ 900.000,00. 
Na época pensei que iriam fazer algo que prestasse e o mais sensato era a colocação de murada de concreto ao longo de todo o trecho urbano do córrego onde não há uma faixa ciliar. Essa história de esconder curso d'água faz tempo que já não é mais uma boa solução. O ideal é recuperarmos os cursos d'água e lutarmos para melhorar a absorção de água pelo solo, permitindo a recarga dos aquíferos de que tanto dependemos. Aliás, impermeabilização do solo urbano em Sete Lagoas é um absurdo. Pelo Google Earth podemos ver quarteirões inteiros onde não há nem 10% de permeabilidade, isso a 30 passos da prefeitura!

No centro a Praça Barão do Rio Branco (praça da Prefeitura)... confiram se no entorno da praça os quarteirões têm 30% de área permeável como a legislação exigia (posteriormente, aqui em SL, uma "anistia" foi dada em 2012 para todos os imóveis irregulares com até 100% de impermeabilização).
Basicamente foi colocada uma laje pré-moldada sobre o córrego. Nada de alargar o leito. Nada de aprofundar a calha. Uma verdadeira bomba-relógio, pois se a enchente de 2006 passou por cima do local, por que motivos não acontecerá outra???
Claro que os jornais da época comemoravam com os releases de sempre. O http://metropolionline.com.br/ ainda dá a notícia, basta acessar clicando AQUI. Mas segue um pequeno trecho da ilusão criada e que qualquer um sabia que não seria concretizada: "O bulevar tem um projeto paisagístico arrojado que mudou a paisagem de parte da avenida Deputado Renato Azeredo. Jardins com plantas ornamentais e palmeiras compõem a nova paisagem do trecho próximo ao terminal rodoviário. Ainda no local a Prefeitura Municipal investiu em iluminação e também na recuperação de uma praça. Obras de drenagem pluvial e rede de esgoto na rua Coronel Américo Teixeira Guimarães e a construção de uma ponte de acesso à avenida Divino Padrão (Boqueirão) também fazem parte do projeto."
Certa vez presenciei alguns cadetes da PM em marcha e atividade física sobre o local. Com a marcha o piso tremia e, claro, logo passaram a se exercitar em outro local mais seguro.

Ramon Lamar de Oliveira Junior

Vídeo original em: https://www.facebook.com/JMIdiomas.com.br/videos/1373378329370349/

PS.: Eu já escrevi sobre esse assunto em maio de 2012... confira clicando AQUI, em agosto de 2010... confira clicando AQUI, em outubro de 2010... confira clicando AQUI e em janeiro de 2011... confira clicando AQUI.

2 comentários:

  1. Caro amigo ramom o problema do diogo vai muito alem dessa obra atualmente nao sei ate quando temos a mata da fazenda arizona a montante que funciona como uma retençao natural das chuvas,analisando as ultimas chuvas recentes podemos ver que a calha do diogo no trecho onde a seçao do canal e apenas uma canaleta em V trecho esse da fazenda arizona ate o boqueirao (Outra bacia onde as contribuiçoes aumentaram muito na ultima decada) nessas chuvas chegamos a quase 80% de agua nessa seçao,ainda temos a contribuiçao da canalizaçao do grotao obra recente,nao tenho a menor duvida que apos o loteamento da fazenda arizona caso se aprovado ,a agua vai passar entre 40 e 50 cm ja na cota do pavimento ,em uma previsao otimista,faça a conta de contribuiçao da area da fazenda arizona que vc vera,transforme isso em aprox 55% de area que se tornara impermeavel....as lages em frente a rodoviaria vao levantar igual isopor.....guarde esse post daqui uns anos veremos...abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amigo, já discuti com o pessoal sobre isso em várias oportunidades. Creio que escrevi aqui no blog também, vou procurar. Realmente a coisa é pra lá de séria! Fico extremamente preocupado! Abraços.

      Excluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.