As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quinta-feira, 8 de maio de 2014

Garças, árvores, podas, ecologia urbana e ecologia de ambientes naturais.

Como sempre digo, está ocorrendo uma confusão dos conceitos de ECOLOGIA DE AMBIENTES NATURAIS e ECOLOGIA DE AMBIENTES URBANOS. 
As garças devem ser preservadas e protegidas nos seus ambientes naturais. Como não estão encontrando condições adequadas na periferia da cidade, migram para as árvores do centro da cidade para dormir. São "árvores-dormitório". Estas garças não estão se alimentando dos peixes das lagoas centrais, elas se alimentam na periferia da cidade (nas lagoas e cursos d'água). O problema é que não possuem ambientes propícios para se manterem nessas regiões rurais-periféricas da cidade durante a noite (risco de caça, insuficiência de árvores de grande porte, etc). 
Daí a importância de iniciarmos tão rápido quanto possível a recuperação dos ambientes naturais do entorno da cidade, como a nascente do Córrego do Diogo, recuperação de áreas degradadas da APA da Serra de Santa Helena e outras ações afins.
A garça, quando em superpopulação, deve ser vista e entendida como indicadora de um processo de alteração de seu ambiente natural. Não é um fato comum e natural esse processo migratório diário que realizam. Basta lembrar que a paineira que anteriormente existia na ilha ao lado da Ilha do Milito morreu graças ao acúmulo de fezes de garças. Na época todos achavam lindo e a ilha recebeu o poético nome de "Ilha dos Pássaros". Se o desequilíbrio, com ações concretas de fixação das aves em seu ambiente natural tivesse sido corrigido desde aquela época, não estaríamos polemizando o assunto hoje.
Observem, na foto abaixo, a árvore da "Ilha dos Pássaros", morta e coberta de fezes de garças, bem como o solo.


Texto: Ramon Lamar de Oliveira Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.