As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

domingo, 10 de agosto de 2014

Ao meu pai, que não mais está entre nós.

Pai,

hoje o compreendo melhor do que nunca compreendi
(e olha que sempre o compreendi bastante),
hoje sei da felicidade que é ser pai,
hoje sei das responsabilidades que temos em tudo,
hoje sei entender amizades e "amizades".
Você partiu muito cedo,
Deus deve ter tido lá seus motivos
para querê-lo mais por perto.
A cada ano, quando me aproximo da idade
em que você seguiu para o Oriente Eterno,
vejo o quanto é importante tudo o que realizou.
E você partiu muito cedo. Cedo demais.
Sinto muito a sua falta, seus conselhos às vezes
ditos no próprio silêncio ou no olhar.
Entendo tudo, só agora entendo tudo o que
dizia, o que queria dizer ou nem mesmo insinuava.
Você foi e ainda é meu maior Mestre.
Fico com a certeza que as almas boas como a sua
estejam no merecido repouso.
Sempre elevo uma oração ou uma palavra até você
e espero que elas tenham chegado aí.
Você é eterno, é meu guia em meu coração.
Fique sempre com muito amor e
Feliz Dia dos Pais.

Seu filho, Ramon Junior

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.