As imagens deste blog podem ser usadas livremente, desde que a fonte seja citada: http://ramonlamar.blogspot.com

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

INVERSÃO TÉRMICA

INVERSÃO TÉRMICA (FONTE: modificado de http://www.agracadaquimica.com.br/) 



Nos primeiros 10 quilômetros da atmosfera (troposfera), normalmente, o ar vai se resfriando à medida que nos distanciamos da superfície da Terra. Assim o ar mais próximo à superfície, que é mais quente, portanto mais leve, pode ascender, favorecendo a dispersão dos poluentes emitidos pelas fontes, conforme se verifica na figura 1.
A inversão térmica é uma condição meteorológica que ocorre quando uma camada de ar mais quente se sobrepõe a uma camada de ar de temperatura mais baixa que ela, impedindo o movimento ascendente do ar, uma vez que, o ar abaixo dessa camada esteja mais frio, portanto, mais pesado, fazendo com os poluentes se mantenham próximos da superfície, como pode ser observado na figura 2.
As inversões térmicas são um fenômeno meteorológico que ocorre durante todo o ano, sendo que, no inverno elas são mais frequentes.

Introdução
Este fenômeno climático ocorre em qualquer local, mas é principalmente observado nos grandes centros urbanos, regiões onde o nível de poluição é muito elevado. A inversão térmica ocorre quando há uma mudança abrupta de temperatura devido à interposição de uma camada de ar mais quente sobre as camadas inferiores de ar. 

Como ocorre a Inversão Térmica
A camada de ar inferior, por estar mais fria, é mais pesada, acaba não subindo e ficando numa região próxima a superfície terrestre, retendo os poluentes. O ar mais quente (da camada que se interpôs), por ser mais leve, fica numa camada superior, impedindo a dispersão dos poluentes.
Este fenômeno climático pode ocorrer em qualquer dia do ano, porém é no inverno que ele é mais comum. Nesta época do ano as chuvas são raras, dificultando ainda mais a dispersão dos poluentes, sendo que o problema se agrava. 
Nas grandes cidades, podemos observar no horizonte, a olho nu, uma camada de cor cinza formada pelos poluentes. Estes são resultado da queima de combustíveis fósseis derivados do petróleo (gasolina e diesel principalmente) pelos automóveis e caminhões. 

Problemas de Saúde
Este fenômeno afeta diretamente a saúde das pessoas, principalmente das crianças, provocando doenças respiratórias, cansaço entre outros problemas de saúde. Pessoas que possuem doenças como, por exemplo, bronquite e asma são as mais afetadas com esta situação.

Soluções
Soluções para estes problemas estão ligados diretamente à adoção de politicas ambientais eficientes que visem diminuir o nível de poluição do ar nos grandes centros urbanos. A substituição de combustíveis fósseis por biocombustíveis ou energia elétrica poderia reduzir significativamente este problema. Campanhas públicas conscientizando as pessoas sobre a necessidade de trocar o transporte individual (particular) pelo transporte público (ônibus e metrô) também ajudaria a amenizar o problema. A fiscalização nas regiões onde ocorrem queimadas irregulares também contribuiria neste sentido. 

Abaixo outro esquema de inversão térmica (Fonte: Química, Ricardo Feltre, Vol. 1. 6a ed. 2004)
Observe, nos dois esquemas apresentados, que a camada de ar inferior (próxima ao solo) não é "mais fria". Ela é uma camada de ar quente (cuja temperatura vai diminuindo com a altitude) até chegar a um ponto que encontra a camada de inversão que é "mais quente", impedindo a dispersão dos poluentes. Os gráficos à esquerda mostram isso claramente.

2 comentários:

  1. Postei uma dúvida aqui, mas não sei se foi enviada porque eu não estava logado. Caso não tenha sido me dá um toque por favor?! Abraço, Renan Trindade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renan, a dúvida não apareceu? Era essa a dúvida? rs rs rs

      Excluir

Clique em "Participar deste site" e siga o blog para sempre receber informações sobre atualizações. O seu comentário será publicado após ser lido pelo administrador do blog.